Publicado por: lobusdaestepe | novembro 30, 2011

Natal: origem da árvore de Natal e o Papai Noel

 
animierte-weihnachtsmann-bilder-294
 

  

Uma das tradições mais cultivadas é a da árvore de Natal: antes um símbolo pagão que a Igreja só adotou após muita relutância.

Existem muitas histórias para explicar a tradição secular da árvore de Natal.

Uma delas, vem  da antiga Babilônia e tem origem pagã.

Ninrode, bisneto de Noé se afastou de Deus e era tão perverso que se teria se casado com a própria mãe Semíramis!

Após a sua morte, sua mãe-esposa propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual.

Alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida.

E, todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento  Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela.

Entre os druidas, o carvalho era sagrado,

entre os egípicios as palmeiras,

em Roma era o Abeto, que era decorado com cerejas negras durante a Saturnália (Walsh Curiosities of popular customs, pág. 242).

O deus escandinavo Odin  dava presentes especiais na época de Natal a quem se aproximava do seu Abeto Sagrado.

Outra origem diz respeito à festa de Santa Bárbara, comemorada no dia 8 de dezembro.

Era uma antiga tradição cristã cortar galhos de macieira ou cerejeira nessa data, para que florescessem antes do tempo como enfeite dentro das casas aquecidas. Posteriormente, o pinheiro enfeitado teria assumido o lugar dos galhos com flores de maçã e de cereja

Acredita-se  ainda que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero.

Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve.

As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa.

Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta.

Os relatos mais antigos sobre a Árvore de Natal datam de meados do século 17, e são provenientes da Alsácia, encantadora província francesa.

Descrições de florescimentos de árvores no dia do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo levaram os cristãos da antiga Europa a ornamentar suas casas com pinheiros no dia do Natal, única árvore que nas imensidões da neve permanece verde.

Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial.

No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança.

O “PAPAI” NOEL E A PRÁTICA DE SE DAR PRESENTES ÀS ESCONDIDAS

O nome “Papai Noel” é uma corruptela do nome “São Nicolau”, um bispo romano que viveu no século V.

Na Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, consta o seguinte: “São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro…

A lenda de suas dádivas oferecidas ás escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido…” Daí teria surgido a prática de se dar presentes “as escondidas” no dia de São Nicolau (6 de dezembro).

Mais tarde essa data fundiu-se com o “Dia de Natal” (25 de dezembro), passando a se adotar também no natal essa prática de se dar presentes “às escondidas”, como o fazia o Saint Klaus (o velho Noel!).

Daí surgiu a tradição de se colocar os presentes às escondidas junto às árvores de natal!

Nome do Papai Noel em outros países

Alemanha (Weihnachtsmann, O “Homem do Natal”),

Argentina, Espanha, Colômbia, Paraguai e Uruguai (Papá Noel),

Chile (Viejito Pascuero),

Dinamarca (Julemanden),

França (Père Noël),

Itália (Babbo Natale),

México (Santa Claus),

Holanda (Kerstman, “Homem do Natal),

Portugal (Pai Natal),

Inglaterra (Father Christmas),

Suécia (Jultomte),

Estados Unidos (Santa Claus),

Rússia (Ded Moroz).

A Árvore de Natal é um símbolo natalino que representa agradecimento pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, paz, tranqüilidade e introspecção.

About these ads

Responses

  1. Olá, tudo bem?

    Gostei muito do conteúdo do seu blog, gostaria de enviar uma proposta de artigo, caso tenha interesse, por favor, entre em contato pelo meu email, (veronica.fassoni@gmail.com).

    Abraços,
    Verônica
    http://www.falaturista.com.br


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 56 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: