Publicado por: lobusdaestepe | setembro 9, 2020

Dirigindo na França

Na França, a maioria dos postos é tipo Self service, a gente abastece (em alguns tem luvas descartáveis disponíveis na bomba) e depois se dirige à loja de conveniência para pagar.   Em alguns, você tem que pagar antes e depois ir na bomba indicada para abastecer e tem alguns que só aceitam cartão, não há lojas de conveniência(se possível , evite estes)

Estradas na França
Paris tem um anel circundando-a e vários acessos (portes) para entrar e sair da cidade. O trânsito é bastante intenso nesses trechos. As estradas são muito boas e existem dois tipos: as que se iniciam com a letra A, que são autoestradas pedagiadas, e as D, que são estradas regionais, não pedagiadas, que as vezes, não passam de ruas, muitas vezes bem estreitas, e por isso mais lentas. O limite de velocidade nas que se iniciam com A é 130 km/h, mas poucos obedecem este limite, pelo que vimos.

Equipamentos necessários

  • Triângulo de pré-sinalização obrigatório
  • Caixa de primeiros socorros recomendada
  • Extintor recomendado
  • Caixa de lâmpadas de substituição recomendada
  • Colete refletor obrigatório
  • A partir de 1 de março de 2013, todos os automobilistas devem levar um alcoômetro a bordo do seu veículo. O decreto continua a manter esta obrigatoriedade, mas suprime a sanção que se devia aplicar, a partir de 1 de março de 2013, no caso de não levar um alcoômetro a bordo
  • Veja se o carro tem GPS, imprescindível, pois há lugares que a internet é ruim então não confie no celular.

Limites de velocidade (Veículos ligeiros) – km/h

  • Dentro das localidades: 50 km
  • Em estradas: 80 km em estradas de duplo sentido sem separador central, exceto estradas de quatro faixas; 90 km para o resto das estradas
  • Em estradas com separador central : 110 km
  • Em auto-estradas: 130 km
  • Estes limites de velocidade reduzem-se em caso de chuva– Autopistas com pedágio: 110km Autovias e estradas sem pedágio: 100km Outras vias interurbanas: 80 km

Na loja, além da documentação você recebe o bilhete do estacionamento já pago pela locadora, que é validado na máquina, e a informação do número do box em que o carro está. Não há funcionários por lá, então é preciso verificar se o carro tem amassados ou arranhões, a fim de se isentar de possíveis danos anteriormente causados ao veículo. Tire fotos do veiculo para sua segurança.

Primeiro cuidado: respeite a velocidade indicada nas placas.

Segundo cuidado: respeite a distância de segurança entre os carros. Nas estradas, a distancia mínima fica indicada com desenhos no asfalto. Como o limite de velocidade máxima é alto, o respeito da distância de segurança entre os carros é um item fundamental. O não respeito da distância de segurança gera uma multa de 135 euros.

Pedágio
Quando você passa pela primeira praça de pedágio, retira da máquina um bilhete parecido com um ticket de estacionamento de shopping – e não paga nada nesse momento. Ele será utilizado ao deixar a estrada, quando então lhe será cobrado o pedágio de acordo com a quilometragem rodada, por isso, guarde-o! Pague sempre em dinheiro, pois seu cartão de crédito brasileiro não é aceito, as vezes não é aceito. Por isso, não entre na faixa que só aceita cartão.

As estradas francesas se encontram em bom estado de conservação, e como utilizamos, na maioria, as estradas secundarias que passam por lindos vilarejos, pagamos poucos pedágios.

Estacionamiento:  As leis de estacionamento são rígidas, sobretudo nas cidades maiores. Em Paris pode ser multado e ter seu veiculo rebocado se parar em lugares proibidos

Quando estacionar verifique que há placa “stationnement alterné semi-mensal

Isto significa que está permitido estacionar de um lado da rua durante a primeira metade do mês e de outro lado na segunda restante.

Placas indicando “1-15” o “16-31”

Significa que não é permitido estacionar nestes dias do mês do lado da rua onde tiver estes sinais.

Estacionar do lado esquerdo está permitido somente em ruas de direção única.

O estacionamento é gratuito nos dias uteis entre as 19 hs(7PM) e as 9 hs 9AM, e nos fins de semana e feriados durante todo dia e durante todo o mês de agosto, a menos que indique ao contrário.

Multas – O controle do transito é bem severo, tanto para os excessos de velocidade como para outras infrações. Caso seja multado, assegure-se que a policia lhe dê o recibo pelo pagamento da multa. O limite de álcool permitido é de 0,25 mg por litro.

Combustivel

Há gasolina de diferente qualidades, sendo permitido levar no veículo uma lata com combustível.

Dicas:site autoroutes.fr possui informações importantes sobre as rodovias da França, com opção de preencher a origem e o destino e o resultado é o itinerário com informações sobre distância, tempo, custo do pedágio e de combustível. No detalhamento do itinerário vem o trajeto completo com o nome das vias e os locais exatos das cabines de pedágio.

  • O site ViaMichelin também é excelente para o planejamento de viagens, vc pode escolher estradas com pedágios e sem pedágio e comparar o percurso mais vantajoso.

    Uma ferramenta muito útil é o Dropbox, uma pasta virtual onde salvo todos os arquivos referentes ao planejamento da viagem e consigo acessá-los de qualquer lugar. No smartphone, é possível acessar os arquivos até sem internet disponível, contanto que estes tenham sido marcados como “disponível offline”.
  • Atenção na hora de escolher a cabine de pedágio, pois algumas possuem propósitos específicos, como os passes especiais, que geralmente não costuma ser o caso de nós turistas. Outras aceitam somente pagamento no cartão ou em espécie, tem algumas cabines onde não há atendentes então você tem que colocar as moedas até dar o valor exato do pedágio.

Publicado por: lobusdaestepe | dezembro 31, 2019

Desejos para 2020

Wishlist é uma lista de desejos que você pode fazer para várias coisas na sua vida.

 Essa lista ajuda a direcionar suas pesquisas, conseguir promoções e alcançar os objetivos e como diz Paulo Coelho “Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo.”

No ano de  2019, consegui realizar dois desejos da minha wishlist e ainda outro desejo que achava muito ambicioso, mas que com algum planejamento consegui realizar. Muuuita Gratidão!

Em abril conheci Sergipe! Aracaju, uma capital tranquila, ruas limpas e praias quase desertas. Finalmente conheci o Cânion do Xingó, porém esperava mais. Bonito, mas acho que a expectativa foi muito grande perante a realidade.

Em junho, fiz uma roadtrip pela França. Paris, Normandia, Bretanha, Vale do Loire e Paris. Adorei! Esta viagem superou as expectativas, tanto pelo valor gasto, pois o interior da França, além de uma gastronomia deliciosa, tem preços honestos e hotelaria boa e barata (ao contrário de Paris). História, cultura, belezas naturais, …enfim tudo que desejamos em uma ótima viagem.

Em agosto, foi a vez dos Lençóis Maranhenses. São Luiz, Santo Amaro e Barreirinhas! Imperdíveis!Fantástico!

Vamos então novamente direcionar nossas energias aos nossos desejos de destinos  para o ano de 2020!

1-Jalapão, Tocantins

Dunas douradas, paisagens grandiosas, fervedouros e cachoeiras. A região do Jalapão está localizada no extremo leste do Tocantins, onde faz divisa com a Bahia, Maranhão e Piauí.

Dunas do Jalapão

Resultado de imagem para jalapão dunas

2- Marrocos

Resultado de imagem para marrocos

No Norte da África, entrada para o Saara, com sol o ano inteiro, encantadores de serpentes,  mesquitas, kasbahs, palácios, tapetes,  camelos, mercados, medinas,odaliscas e tamareiras.

3- Equador

Da Amazônia equatoriana, passando pelos Andes e pela Costa do Pacífico, o país guarda boas surpresas que vão muito além da mítica ilha de Galápagos(sonho de consumo!!!)

Resultado de imagem para equador

Quito, Trem Nariz do Diablo, Termas de Papallacta,  Vulcão Quilotoa(foto acima), Guayaquil, Cuenca e Galápagos!!!

4- Sul da Espanha- Andaluzia

Resultado de imagem para roadtrip andaluzia

Catedral de Cordoba, flamengo em Sevilha, Jerez, Pueblos Blancos, Mesquitas…

5- Romênia e Bulgária

Resultado de imagem para bulgaria

Conhecer os Castelos da Transilvânia na Romênia e ir até a Bulgária para ver paisagens memoráveis como em Sozopol, uma das cidades mais antigas na costa do Mar Negro e Sofia com sua antiga basílica da Santa que leva o nome da cidade. Além que estas cidades não aderiram ao euro, sendo portanto mais baratas.

6– Japão

Resultado de imagem para japão

Quioto, Hiroshima, Nikko e Tóquio, outro sonho de consumo que para realizar este dólar precisa baixar bem, rsss.�’����Z

7- Islândia

Resultado de imagem para islandia

Aurora boreal, cachoeiras impressionantes e paisagens glaciais fazem desta ilha um destino exótico e um pouco caro.

Sonhar e desejar muito para que as forças do universo conspirem com a gente,  pois pior que não terminar uma viagem é nunca partir.

Muito Amor, Muita Saúde e Muita Prosperidade 2020!

Luz interior trazendo muita prosperidade em 2020!

Publicado por: lobusdaestepe | dezembro 30, 2019

2020 Ano do Sol

Resultado de imagem para 2020 ano internacional da fitossanidade

A iniciativa destaca a importância da união das nações, para garantir a saúde das plantas, protegendo a biodiversidade e o meio ambiente. Além disso, propõe ações que favoreçam a segurança alimentar e o desenvolvimento econômico sustentável.

2020 Ano do Rato de Metal

Resultado de imagem para 2020 ano do rato significado

Marcando o início de um novo ciclo de rotação do horóscopo chinês, o ano do rato 2020 começa no dia 25 de janeiro trazendo boas oportunidades e inspiração para novos projetos. Pode respirar tranquila que 2020 será um ano marcado por novos começos, novas chances e novos amores. Sem falar no dinheiro e no sucesso que vêm junto com o rato chinês.  
No entanto, o ano do rato 2020 é o de metal e isso significa que as mudanças podem ser apresentadas de maneira radical e intensa. Isso porque o rato de metal representa as emoções fortes e poderosas como a paixão e a inspiração, mas também a raiva e o ódio. 

Numerologia

Resultado de imagem para 2020 numerologia

O ano de 2020 é criado pela soma 2 + 0 + 2 + 0 = 4,  que é a sala do inconsciente humano, pela numerologia.

O objetivo do número 4 é alcançar maior estabilidade material, credibilidade profissional e estrutura familiar, ou seja, sentir segurança. Consequentemente, tudo o que vai nos permitir atingir essa meta é valorizado.

Previsões Astrológicas para 2020: guia para entender o ano novo

Ter os pés no chão, comportamento organizado, planejar metas e administrar bem a execução gradual de cada passo nesse percurso é um bom exemplo de como podemos nos sentir seguros em 2020.

Resultado de imagem para 2020 cores passagem ano

Os Tons de Cinza, os Tons Pastéis, os Tons de Branco e o Tons do Violeta ao Púrpura darão origem às cores energeticamente entrelaçadas quanticamente com 2020.

E a cor perfeita para criar uma sintonia profunda com 2020 é o Cinza mesclado com tons de Branco e tons Pastéis.

Mantras para 2020

Um Show de Prosperidade 2020

Gargalhadas Deliciosas 2020

Orixá regente de 2020 será o próprio Xangô.

Resultado de imagem para 2020 ano de xango

Em todas as quartas-feiras, os filhos de Xangô se vestem de branco ou vermelho e fazem suas oferendas para seu pai.

A principal característica de Xangô, que deve refletir em 2020, é a busca e cobrança por justiça.

Relacionado à justiça e ao carma, Xangô é representado por um machado de duas faces – aquele que protege, mas que também pune.

Atrevido, violento e justiceiro, Xangô é conhecido por castigar os ladrões e mentirosos. Diz a lenda que o próprio raio é uma punição enviada por esse Orixá quando está em fúria.

Outro símbolo de Xangô é a estrela de seis pontas, que representa o poder de equilibrar o universo.

Ele foi casado diversas vezes. Entre suas esposas mais conhecidas estão Iansã, Oxum e Obá. Seu dia é comemorado em 29 de junho.

Publicado por: lobusdaestepe | novembro 12, 2019

Normandia, Bretanha e Vale do Loire de carro

Resultado de imagem para mont saint michel"

Queria comemorar meu aniversário em um dos lugares que sempre aparecia nos meus sonhos, embora nunca tivesse ido e há pouci tempo descobri onde era, Etretat, na Alta Normandia, França.

Após muita pesquisas, tracei um roteiro que não fosse cansativo e onde pudesse passar por vários locais que desejava conhecer.

Fiz calculo com estradas com pedágio e sem. Optamos, na maioria das vezes, por estrada sem pedágios, pois são mais tranquilas, não podem trafego de caminhões e passa por lindos vilarejos medievais.

O roteiro original ficou assim, houve depois umas pequenas mudanças-

1 º  Dia  30/05/19: Brasil – Paris

      Saída do voo da cidade de Campinas até Paris. Noite a bordo.

2º  Dia 31/05/19: Paris Orly- Giverny

      Saída de carro com destino a Giverny (1h16m)   88 km        20,39 E.

                 Giverny – Les Andelis

                  0,27 m     26 km    2,74 E

                Les Andelis- Lyons la foret

                0,23 m     21 km    2,17 E

               Lyon la Foret – Vascoeuil

               0,15 m      12 km    1,30 E

Pernoite em Vascoeuil BB La Tourelle com café  52E Booking

3 º  Dia 01/06/19: Vascoeuil- Rouen

       Saída de carro com destino a Rouen  (0,29m)   24 km        2,69 E

               Rouen- Fecamp

                1h        70 km        12,09 E

              Fecamp – Etretat

               24m    16 km        1,84 E

             Etretat- Le Havre

              29m   25km        2,63 E

Pernoite em Eklo Hotel Le Havre       35E     Booking    Total 111 km

4º   Dia 02/06/19:   Le Havre

Saída de carro com destino a Le Havre   10 m       4,6 km   0,78E

                        Le Havre – Honfleur

                           26m    25 km        8,29 E

                        Honfleur – Lisieux

                           38m    33,2 km        3,48 E

  Lisieux – Trouville- Deauville- Touques

      Pernoite no Premiere Classe Touques R$ 231,00 55 E      Hoteis.com  Total -134 km

5º   Dia 03/06/19:   Touques   – Caen

Saída de carro com destino a Caen e praias do Dia D.

                                 1 h    44 km   4,99 E (Rota D513)

                 Caen – Arromanches

                   0,40m    29 km   3,34 E

                 Arromanches -Longues sur mer

                   0,10m    6,6 km   0,76 E

                Longues   – Bayeux

                 12 m    7,3 km   1E

                Bayeux- Omaha Beach

                 25 m    19 km   2E

                Omaha  – Collevile

                 4 m    3 km   0,42E

                Colleville   – Saint Michel

               131 km   12,26 E                                  Total- 246 km

Pernoite em Le Marquis de La Guintre  R$284,00

6º  Dia 04/06/19:   Mont Saint Michel – Saint Malo(53 km)- Dinan- Rennes

Saída de carro com destino a Saint Michel

Saint Malo 1h,26 m       53 km   5,14E

               Saint Malo – Dinard

                16 m    11,3 km   1,38E

                Dinard – Dinan

                22 m    23,3 km   2,36E

                Dinan – Montreuil -Sur-Ille

                44 m    37,7 km   3,98E

Montreuil -Sur-Ille  -Rennes

                32 m    27,5 km   3,410E

             Pernoite em Rennes                3h,22 m      Total 153km     15,98E

Hotel Arcantis Le Voltaire            75,5E R$311,00 (2 noites)   Hoteis.com

 6 º  Dia 05/06/19- Rennes– Vitre – Rennes

0,38 m    40 km  4,26 E    via N157 9   ida e volta

           7º   Dia 06/06/19:   Rennes – Saint Nazaire- Nantes

Saída de carro com destino a Saint Nazaire 1h,42 m      125 km   11,43E

               Rennes – Saint Nazaire

                 1h,42m    125km   11,43E

                Saint Nazaire   – Nantes

                   0,52m    62,5km   6,32 E

Pernoite em Nantes   City Residence Nantes Beaujoire               2h,35 m      Total -188 km     18,25E

08 º   Dia  07/06/19:   Nantes – Angers – Tours

Saída de carro com destino a Angers 1h,38 m      88 km   9,24E ou

                                  1h               87km    17E  com pedagio

                                           Angers – Tours

         1h21 m 126 km  22,36E com pedágio  ou    1h53m  111km                                                

                                       Total 214 km   2h21 m  39,06E com pedágio ou

                                                                             199 km     3h31 m     20,00E 

    Pernoite em Tours        Mister Bed Chambray Les Tours   R$122,00

8º Dia  08/06/19:   Tours – Rota dos Castelos do Loire – Villandry – Azay-le-Rideau- Chenonceau – Amboise – Le Clos Lucé – Blois

                                            

Tours – Vale de Loire -Blois Saída de carro com destino a Blois

                         2h,30 m      140 km   18E com pedágio ou

                                                      2h23m     133km        15,11 E 

Rota dos Castelos do Loire

Tours –  Villandry   0,23m     16km        1,95 E

  – Villandry- Azay-le-Rideau-0,14m     11km        1,23

 Azay-le-Rideau- Chenonceau  0,55m     58km        5,82

  – Chenonceau -Amboise – Le Clos Lucé 0,18m   12,6km  1,52E                                    

Amboise – Le Clos Lucé – Blois  0,48m     41km        54,46 E

Pernoite em Blois Premiere Class Blois Nord R$ 185,00

12º   Dia  09/06/19: Rota dos Castelos do Loire (Blois – Cheverny – Chambord) – Orleães – Chartres

Blois- Cherverny  0,17 m 14,51km       57E

Cherverny  -Chambord      0,21   17km  1,80E

Chambord- Orleães   1h04m   47,7km   5,33 E

Orleaes- Chartres  1h,17    74km      7,38E

Total 153 km Pernoite em Chartres Premier Class Bayville R$ 164,00

12º       Dia 10/06/19:–   Chartres -Paris  1h40m   90 km

13 º       Dia 11/06/19:– -Paris

 14º       Dia 12/06/19:– Paris 

 15 º       Dia 13/06/19:– Paris

 16 º       Dia 14/06/19:– Partida   Paris- Campinas -SP

Publicado por: lobusdaestepe | outubro 11, 2019

Limite de Compras no Duty Free irá aumentar

Resultado de imagem para duty free

O Governo Federal vai dobrar o limite atual para compras feitas em free shops dos aeroportos para brasileiros que voltam de viagens do exterior. O decreto, deve ser editado nos próximos dias.

Hoje o limite é de 500 dólares americanos quando o viajante ingressar no país por via aérea ou marítima. Além disso, cada passageiro tem direito a gastar até 500 dólares extras em compras no Duty Free de retorno.

Estes limites estão em uso desde 1991,já defasados, porém a mudança, ao que parece, só ira ocorrer nas compras realizadas no Duty Free.

O que muda?

Atualmente a cota é de US$500 para brasileiros que realizam compras em free shops de aeroportos ao voltarem de viagens do exterior. Com a mudança ela passará a ser de US$1.000 por passageiro.

Além disso, a cota permitida para compras no Paraguai também vai passar por alteração, passando de US$300 para US$500 por pessoa que cruza a fronteira.

O interessante, na minha opinião, seria aumentar o valor da isenção para as compras internacionais e retirar o IOF de 6,38% sobre compras feitas no exterior com cartão.

Raramente alguém vai gastar o limite de US$1.000 no Duty Free nos aeroportos.

As compras nas lojas Free Shop de chegada ao Brasil , atualmente, sujeitam-se aos seguintes limites quantitativos:


Regime de Tributação Especial (Cálculo do Imposto)

Aplica-se a alíquota de 50% de imposto de importação sobre a bagagem que exceder os limites do valor da cota de isenção, obedecidos os limites quantitativos.

Exemplo: um computador de US$800. Será aplicado uma alíquota de 50% sobre o excedente (no caso 50% de US$300). Total do imposto: US$150.

A cota de isenção é válida para todos os viajantes e será concedida a cada intervalo de um mês, a contar da chegada da última viagem internacional, independentemente do pagamento de tributos. Portanto se você fizer 2 viagens internacionais em menos de 30 dias, não terá a cota de isenção de U$500 na segunda.

Caso você não declare e a alfândega encontrar algum produto com valor excedente, você pagará além do imposto de 50%, uma multa também no valor de 50%.

Publicado por: lobusdaestepe | outubro 10, 2019

Dirigindo na França

Este ano planejando a viagem de carro pelo interior da França, pesquisei um pouco das regras de transito e equipamentos necessários para poder dirigir sem maiores perrengues.

Imagem relacionada

Como pedir informações de direção na França

Tivemos que pedir informação milhões de vezes, de como abastecer, como tirar o ticket de estacionamento, etc.

O que percebemos é que os franceses são mais receptivos se você começar com a frase “Excuse moa, Je ne parle pas français” e só depois você tenta falar inglês.

Significa “ Me desculpe, eu não falo francês”. Se o sujeito souber falar inglês ele vai tentar te ajudar com mais boa vontade. Afinal, deve ser realmente horrível ser abordado por turistas perdidos pedindo informação em uma outra língua como se você fosse obrigado a saber.O que percebemos é que muita, mas muita gente na França não fala inglês, mas tem muita boa vontade em explicar em francês, o que no fim você acaba entendendo .

O que precisa para alugar carro e dirigir na França

  • Primeiramente precisa ter acima de 21 anos, e segundo possuir a carteira de motorista brasileira.
  • Será necessário um cartão de crédito com limite suficiente. Na hora de pegar o carro você vai precisar apresentar o mesmo cartão informado na reserva e precisa ter limite pois eles fazem um bloqueio de valores que serve como uma garantia.
  • Por último, a Permissão Internacional para dirigir na França. Não levei a minha, pois havia expirado e não foi pedida, nem na locadora, nem durante a viagem , mas lendo alguns comentários em grupos sociais parece que tivemos muita sorte!
  • O veículo precisa de alguns equipamentos .

Equipamentos

  • Triângulo de pré-sinalização obrigatório
  • Caixa de primeiros socorros recomendada
  • Extintor recomendado
  • Caixa de lâmpadas de substituição recomendada
  • Colete reflector obrigatório
  • A partir de 1 de março de 2013, todos os automobilistas devem levar um alcoômetro a bordo do seu veículo. O decreto continua a manter esta obrigatoriedade, mas suprime a sanção que se devia aplicar, a partir de 1 de março de 2013, no caso de não levar um alcoômetro a bordo.

Limites de velocidade (Veículos ligeiros) – km/h

  • Dentro das localidades: 50 ou 30
  • Em estradas: 80 em estradas de duplo sentido sem separador central, exceto estradas de quatro faixas; 90 para o resto das estradas
  • Em estradas com separador central: 110
  • Em auto-estradas: 130
  • Estes limites de velocidade reduzem-se em caso de chuva
  • Auto-estradas com pedágio- 110km sem pedágio – 100 km e outras estradas- 80 km
  • As auto-estradas são precedidas pela letra A e as outras pela letra D

Estradas secundárias – foto

Na loja de aluguel de veículos, além da documentação você recebe o bilhete do estacionamento já pago pela locadora, que é validado na máquina, e a informação do número do box em que o carro está. 

Não há funcionários por lá, então é preciso verificar se o carro tem amassados ou arranhões, a fim de se isentar de possíveis danos anteriormente causados ao veículo.

Por uma grande sorte do destino, o carro tinha GPS, o que foi FUNDAMENTAL para a realização desta viagem, pois o chip que compramos no aeroporto para o celular, não funcionou(até agora não descobrimos porque).

Quando for imprimir ou salvar as reservas dos hotéis, lembre-se de ver se tem as coordenadas, pois será extremamente util. É só digitar no GPS no próximo destino as coordenadas e você irá diretamente para a porta do seu hotel.

Resultado de imagem para france gazole

Abastecimento

Na França os sistemas de abastecimento dos postos de gasolina é self-service. Ou seja, você mesmo que abastece o seu carro.

Não é muito difícil entender como funciona o sistema de abastecimento.

Só precisa informar a quantidade de combustível na máquina e depois escolher a opção de pagamento. Caso não consiga se entender com a máquina anote o número da bomba e pague no caixa . Alguns postos  a gente abastece (tem luvas descartáveis disponíveis na bomba) e depois se dirige à loja de conveniência para pagar, ou para o caixa que fica na saída do posto, outros será necessário utilizar dinheiro em espécie ou cartão de crédito na bomba.

Nas bombas tem também uns símbolos se é diesel ou gasolina, que também vai ter na entrada de abastecimento do seu carro. Tem gasolina e diesel de diferentes qualidades e octanagens. Utilizamos sempre a mais barata e não tivemos nenhum problema.

Em alguns postos de combustível, o nome “gasoil” é usado no lugar de “diesel“. Porém, são a mesma coisa.

Resultado de imagem para france gazole

Estradas na França
Paris tem um anel circundando-a e vários acessos (portes) para entrar e sair da cidade. O trânsito é bastante intenso nesses trechos.

As estradas são muito boas e existem dois tipos: as que se iniciam com a letra A, que são autoestradas pedagiadas, e as D, que são estradas regionais, não pedagiadas, que no Vale do Loire, por exemplo, não passam de ruas, muitas vezes bem estreitas, e por isso mais lentas.

O limite de velocidade nas que se iniciam com A é 130 km/h, e as D é de 80 km/h ,mas poucos obedecem essa marca, pelo que vi.

Como somos estrangeiros, respeitamos todos os limites e os franceses foram extremamente cordiais, não nos ultrapassando onde não era permitido(embora seja a regra, aqui no Brasil não vemos isto)

Resultado de imagem para france gazole

Multas

Primeiro cuidado: respeite a velocidade indicada nas placas.

Como o limite de velocidade máxima é alto, o respeito da distância de segurança entre os carros é um item fundamental.

Segundo cuidado: respeite a distância de segurança entre os carros. Nas estradas, a distancia mínima fica indicada com desenhos no asfalto. O não respeito da distância de segurança gera uma multa de 135 euros.

Os excessos de velocidade e outras infrações de transito estão sujeitas a multas que devem ser pagas no lugar onde se cometeu a infração.

Os radares de velocidade são comuns . Quando multado, assegure-se de que o policial lhe dê o recibo do pagamento da multa.

O limite de alcool permitido é de de 0,25 mg/litro . Infelizmente tive que deixar de tomar aqueles vinhos espetaculares por ter que dirigir depois.

Fora isso, foi muito fácil dirigir pelo interior da França. Todos foram muito amáveis com os nossos erros, o que terão minha eterna gratidão.

Resultado de imagem para peage france

Pedágio
Quando você passa pela primeira praça de pedágio, retira da máquina um bilhete parecido com um ticket de estacionamento de shopping – e não paga nada nesse momento. Ele será utilizado ao deixar a estrada, quando então lhe será cobrado o pedágio de acordo com a quilometragem rodada, por isso, guarde-o! Por exemplo, de Blois a Paris, o pedágio é de 16 euros, para rodar 148 km na estrada pedagiada.

Atenção na hora de escolher a cabine de pedágio, pois algumas possuem propósitos específicos, como os passes especiais, que geralmente não costuma ser o caso de nós turistas. Outras aceitam somente pagamento no cartão ou em espécie.

Resultado de imagem para peage france

Na Normandia vimos uma cabine com uma cestinha, onde se deve jogar o valor exato do pedágio em moedas. Neste tipo de cabine não há atendentes. Existem entradas específicas para cédulas e moedas. À medida que coloca o dinheiro na máquina, no visor fica aparecendo o valor que falta.

Ao final, a máquina retorna o ticket validado e a cancela abre para que possa passar. Por isso, atenção no momento de escolher a cabine de pedágio!

No site da Via Michelin é possível calcular os custos aproximados dos pedágios e da gasolina da rota programada.

site autoroutes.fr possui informações importantes sobre as rodovias da França, com opção de preencher a origem e o destino e o resultado é o itinerário com informações sobre distância, tempo, custo do pedágio e de combustível. Tanto no site ViaMichelin quanto no Autoroutes.fr , o detalhamento do itinerário vem o trajeto completo com o nome das vias e os locais exatos das cabines de pedágio. Salve o itinerário dos principais trajetos que iremos percorrer durante nossa visita ao interior da França.

Dica: Uma ferramenta muito útil para mim é o Dropbox, uma pasta virtual onde jogo todos os arquivos referentes ao planejamento da viagem e consigo acessá-los de qualquer lugar. No smartphone, é possível acessar os arquivos até sem internet disponível, contanto que estes tenham sido marcados como “disponível offline”.

Fique atento as entradas dos pedágios e preste bastante atenção nos símbolos que aparecem piscando nos painéis.  Em alguns guichês só aceitam cartão de crédito, outros só dinheiro.

Informação Importante: Sempre guardar o ticket do pedágio na entrada de uma rodovia pedagiada, pois o mesmo será solicitado no momento da saída da rodovia para calcular o valor do pedágio, conforme a distância percorrida.

Utilizamos durante esta viagem, a maioria, de estrada sem pedágio(é só simular no GPS a rota com pedágio e sem pedágio e ver qual compensa mais).

As estradas menores, tem fluxo mais lento, o que dá para desfrutar as paisagens, sempre passando por pequenas cidades medievais. Visual diferente e com certeza mais charmoso! A experiência foi incrível. É realmente uma delícia ver os campos, as cidadezinhas de beira de estrada, os cataventos e os jardins tão bem cuidados. E não tem caminhões!!!

Imagem relacionada

Estacionamento:  As leis de estacionamento devem ser estritamente obedecidas, principalemnte nas grandes cidades. Em Paris pode ser multado e ter seu veiculo rebocado se desrespeitar estas leis.

Quando estacionar, preste atenção se estiver escrito “stationnement alterné semi-mensal”: significa que está permitido estacionar de um lado da rua durante a primeira metade do mes e do outro lado na segunda quinzena. Cartazes na rua indicando “1-15” o “16-31” significam que não está permitido estacionar nestes dias do mes do lado de rua onde se mostra este sinal. Estacionar do lado esquerdo está permitido somente nas ruas de uma só direção.

O estacionamento é gratuito nos dias uteis entre as 7 PM e as 9 AM,(19 horas as 9 hs da manhã) fim de semana e feriados todo o dia e durante todo o mes de Agosto, a menos que se indique o contrario.


Em várias cidades medievais, há estacionamentos pagos próximo ao centro histórico, porém os mesmos ficam no subsolo. Alguns populares são o Parking Indigo e o La Pucelle.










Publicado por: lobusdaestepe | outubro 1, 2019

Cruzeiros: Reservar as excursões pelo navio ou ir por conta própria?

Decidir se fazemos as excursões do navio sem preocupações e com segurança ou se vamos passear por conta própria e risco com maior liberdade de escolha e poupando algum dinheiro sempre que o navio atracar, é sempre um dilema de quais seriam as melhores maneiras de aproveitar ao máximo essa breve visita .

O navio tem, na sua maioria, apenas cea de 6 a 9 horas de escala.

Em alguns lugares, quando o porto não comporta o tamanho do navio, o mesmo fica parado próximo a costa e barcos de apoio levam e trazem os turistas todo o dia, o que diminui ainda mais o tempo em terra disponível, pois os primeiros a desembarcarem serão os que compraram as excursões do navio. O restante, geralmente, deve enfrentar uma fila no dia anterior ou no mesmo dia, para pegar uma senha, onde constará o horário que poderá desembarcar.

A maioria dos cruzeiros oferece excursões com preços mais caros do que se fizer por conta, mas com a vantagem de não se ter de preocupar com a organização e a tranquilidade e segurança , pois o navio não vai partir sem a excursão estar de volta.

Existem hoje mais de 500 diferentes portos de escala em todo o mundo, e tudo vai depender de alguns fatores, como :

Tipo de porto de escala

Tempo de escala

Tipo de excursões oferecidas e preço

Quantidade de pessoas

Excursões pelo Navio

Os navios permitem a reserva dos seus passeios turísticos a bordo (ou online antes de partir) e oferecem sempre uma grande variedade de passeios classificados por categorias, interesses, duração e preços. Independentemente da sua idade, interesses e condição física, num navio encontrará sempre a excursão adequada,com um guia na sua língua (ou aproximada) .

No entanto, estes passeios sao feitos em grupos grandes,as vezes, com mais de um ônibus, o que sobrecarrega as paradas.

Tipos de excursões

As excursões turísticas e visitas guiadas organizadas pelos navios abrangem diferentes níveis de atividade (e valores): vão desde city tour que levam os passageiros aos principais pontos turísticos e áreas comerciais da cidade portuária aos passeios a pé, desportos náuticos, caminhadas, ciclismo, trenós puxados por cães, visitas a spas, praias, provas de vinho ou degustação de comida, aulas de culinária, visitas a museus, ruínas, mercados, etc.

As excursões podem durar apenas umas horas ou todo o dia e nem todas implicam que entre num ônibus cheio de turistas prontos a obedecer a um guia. Alguns passeios conduzem-no simplesmente a um destino onde está livre para explorar até que chegue a hora de apanhar o onibus rumo ao navio. Muitas linhas oferecem ainda pacotes de carro com motorista para que possa personalizar o seu próprio tour

Quando deve fazer a excursão do navio

  • Para quem quer ficar seguro que não irá perder o navio

Os valores altos que vai pagar pelas excursões do navio podem funcionar como uma espécie de seguro. Ao optar por estes passeios organizados sabe que vai na companhia de operadores turísticos responsáveis, caso surgir algum contratempo. Um acidente, um engarrafamento, uma avaria, um mal-entendido podem atrasá-lo e (na pior das hipótese) levá-lo a perder o navio. Ao participar de uma excursão organizada pelo navio fica com a certeza de que mesmo que a excursão, atrase o navio não vai sair sem você. Se o tempo for escasso , esta é a melhor opção.

  • Quando não sabe como chegar às principais atrações turísticas

Muitas vezes os portos onde atracam os navios ficam localizados fora das principais áreas turísticas e a excursão do navio pode ser a melhor (senão a única) forma de descobrir como chegar às principais atrações. Isto aplica-se em especial na Europa, onde alguns dos destinos mais importantes como Paris, Roma, Florença, Berlim e Londres estão a milhas de distância ou a hora e meia a três horas de distância a partir de onde o navio atracou.

  • Para quem quer o conforto

O conforto dos passeios organizados pelos navios é indiscutível, especialmente em lugares difíceis ou excêntricos onde sozinho poderia sentir-se mais constrangido e limitado. Se não conhece o local que vai visitar e não fez pesquisa alguma sobre os pontos de interesse do mesmo, a excursão do navio é a melhor opção .

  • Se não tem a moeda local e não quer sacar nos caixas eletrônicos

Se não tem a moeda local para pagar um táxi, por exemplo, prefira fazer a excursão do navio e pagar a bordo na moeda que bem entender.

  • Quando os fatores políticos são adversos

Talvez seja preferível optar pela excursão do navio quando o local que pretende visitar vive alguma instabilidade política que pode ameaçar a sua segurança e dificultar o transporte.

Viajar por alguns países da África, Ásia e antigos países da antiga União Soviética e da América do Sul pode não ser seguro ou pode requerer muita programação antecipada, o que não é particularmente fácil em viagens de cruzeiro.

  • Quando sofre de algum problema de saúde ou mobilidade

Se tem algum problema de saúde ou dificuldade física, recomendamos as excursões do navio, pois há sempre opções para todo o tipo de passageiros.

  • Quando quer ser dos primeiros a desembarcar

Quem faz excursões pelo navio tem preferência para desembarcar. E essa é uma grande vantagem: menos tempo para sair do navio e mais tempo para visitar o ponto turístico!

  • Quando trata de uma excursão de alto risco

Quando a excursão que deseja fazer envolve alguns riscos, prefira faze-la pelo navio e não por sua conta. Um passeio que implique uma viajem de helicóptero, avião e até barco, exige alguma proteção extra que a linha de cruzeiro lhe pode assegurar.

  • Quando a língua e os costumes sao uma barreira

Se a língua e/ou os costumes numa terra estrangeira podem ser uma barreira, opte pela excursão do navio onde lhe darão as explicações necessárias numa língua que entende e onde lhe darão dicas para não ofender costumes (cobrir o corpo, usar uma saia comprida, regatear, etc).

Cuidados a ter com as excursões do navio

  • Leia as descrições do passeio

Deve ler com antecedência e muito cuidado as descrições das excursões para perceber exatamente como vai ocupar o seu tempo e se envolvem caminhadas extenuantes em climas úmidos e quentes, por exemplo, e a sua condição física pode não o permitir. E é por isso que deve ler e reler as descrições para depois não se arrepender.

Não se separe do grupo

Apesar de ser aborrecido ter de andar em grupos numerosos de turistas também é importante que saia em passeio consciente de que devem estar sempre juntos. Não pense que pode afastar-se ou sair se não gostar do local que estão a visitar e, pior, se algum passageiro se atrasar… vai ter de ficar (em grupo) à sua espera.

Excursões por conta própria

Santorini, Grécia

Em todos os portos será abordado por guias ansiosos por lhe mostrar os melhores pontos turísticos, de táxi, a pé, de tuk-tuk, carro particular, etc. Independentemente do meio de locomoção, o mais importante aqui é esclarecer o guia sobre a hora em que deverá estar de volta ao porto.

A grande vantagem é que vai conseguir poupar dinheiro a fazer precisamente o mesmo que os outros passageiros que optaram pela excursão do navio… mas por outro meio.

Existem alternativas para excursões do navio e, verdade seja dita, a esmagadora maioria é boa e segura. Tratam-se de profissionais do turismo que sabem onde o levar e como o trazer de volta a horas.

Quando deve fazer a excursão por conta própria

  • Quando quer poupar dinheiro

Muitas vezes consegue economizar algum dinheiro personalizando a excursão de acordo com os seus interesses muitas vezes semelhante ao que outros passageiros vão fazer pelo navio e mais em conta.

  • Quando as atrações ficam bem perto do porto

Se as atrações turísticas ficam perto do local onde o navio atracou, não tem porque hesitar em passear por sua conta e risco. Na verdade, muitos portos na Europa, por exemplo, são ideais para explorar de forma independente porque as atrações estão perto do navio e os moradores locais são utilizados pelos turistas como guias.

Por exemplo em St. Thomas, as lojas estão a poucos passos do navio, embora as praias estejam distantes; em Barcelona pode facilmente usar uma combinação de onibus locais, metro e transportes turísticos para se deslocar. As ilhas do Caribe também

  • Quando já conhece ou pesquisou os locais a visitar

Se já tem ou pretende arranjar um guia da cidade, se fez ou pretende fazer pesquisas na Internet e/ou se já conhece o local, pelo menos o básico a nível da cultura, da sociedade e arquitetura, pode aventurar-se numa excursão por conta própria.

Se já decidiu que quer reservar de forma independente, descubra o que deseja ver no porto (e já agora compare com o que a companhia de cruzeiro oferece) e aproveite organizar o seu próprio passeio, personalizando-o: a combinação de dois museus com uma paragem naquele restaurante aconselhado por locais onde nunca teria acesso se fosse na excursão do navio, por exemplo.

Se sentir dificuldades na pesquisa, leia guias e visite sites de viagens, arranje mapas e outros materiais impressos .

  • Quando não se identifica com as excursões o navio e há transporte regular do porto ao centro da cidade

Se há um transporte público regular (além de táxis) do local onde atracou até ao centro da cidade que pretende visitar, não necessita de recorrer às excursões do navio. Basta verificar os horários dos transportes de modo a prevenir atrasos e arranjar um mapa da cidade para melhor se orientar.

  • Quando quer passear apenas com os seus familiares ou amigos

Se prefere evitar as grandes excursões em grupo e explorar os locais apenas com os familiares ou amigos que o acompanham na viagem e ao seu ritmo

  • Quando gosta de fazer planos com antecedência e não quer ficar preso a um programa

As excursões do navio obrigam a ficar preso a um programa pré-estabelecido contemplando quase sempre visitas a lojas onde os turistas podem comprar as suas lembranças. Se gosta de elaborar os seus próprios programas, se prefere tirar umas boas fotos em vez de comprar bugigangas, as excursões do navio não são as mais adequadas.

  • Quando é capaz de respeitar o calendário/horário

Se é uma pessoa responsável e capaz de respeitar horários, está habilitada a fazer o passeio por sua conta e risco. Lembre-se, o navio NAO espera.

Dicas para excursões por conta própria

  • Organize-se

É importante que se organize a nível de excursões que quer realizar em terra antes mesmo de embarcar no cruzeiro. Elabore o seu próprio roteiro, assinale os locais que gostava de visitar, verifique se as atrações turísticas vendem os bilhetes online para não perder tempo em filas e trace o itinerário através do Google maps a partir do porto até ao centro da cidade ou local que pretende visitar.

  • Escolha o meio de transporte mais adequado

Sabia que, dependendo no número de pessoas do seu grupo de viagem, recorrer a um táxi para passear pode ficar mais em conta do que fazer a excursão do navio? No entanto, ao contratar um táxi deve, desde logo, negociar uma taxa fixa antes de partir para não ter surpresas. E se necessitar de algumas explicações, escolha um motorista que fale a sua língua ou uma língua que compreenda.

Além do táxi também pode alugar um carro e conduzir você mesmo desde que não estejamos a falar de cidades grandes e muito movimentadas, como Atenas, onde o trânsito é caótico. Se optar pelo aluguel de um automóvel é melhor que o reserve antes da partida, as taxas são mais baixas e além disso não tem de perder tempo à procura de um serviço nem de correr o risco de não encontrar um carro disponível. Verifique ainda, junto da agência de aluguel, se vai precisar de alguma permissão internacional para conduzir ou se a sua carta de condução é suficiente.

Tanto numa hipótese como noutra, táxi ou aluguel de carro, se viajar sozinho ou com apenas mais uma pessoa pode tentar fazer amizade com outros passageiros durante o cruzeiro e verificar se algum ou alguns estão interessados em partilhar passeios consigo. Geralmente nos portos tem aqueles ônibus de city tour, que valem a pena.

Todos irão poupar dinheiro, pois ficará mais em conta do que a excursão do navio, seja ela qual for, mas, atenção, terão de negociar valores, conduzir por estradas com sinais de transito em línguas estrangeiras e até mesmo à esquerda.

  • Tenha sempre um mapa do local com a indicação do local onde atracou o navio

Como vai fazer o seu passeio fora da linha de conforto da excursão do navio, é importante que para se prevenir de imprevistos leve consigo um mapa com a sinalização/indicação do local onde o navio atracou para que, em caso de necessidade, possa pedir ajuda para regressar. Se entrar num táxi e entregar ao motorista, que até pode falar apenas a sua língua natal, o mapa com a localização do navio, não há como errar.

  • Reserve através de um especialista

Opte por reservar o seu passeio a uma empresa especializada em pequenos grupos e excursões privadas. Os seus passeio serão semelhantes aos que o navio oferece, sim (a não ser que peça uma tour personalizada) mas também serão consideravelmente mais baratos, até porque quanto maior o grupo, mais em conta será o preço.

As seguintes companhias são especializadas em excursões para cruzeiros:

Consulte os preços e compare os itinerários. Para isso selecione a data a companhia de cruzeiro, navio e data de partida, para visualizar as excursões em cada um dos portos de escala.

  • Tenha consigo a moeda local

Mesmo que tenha pago a excursão previamente e mesmo que leve consigo o cartão de crédito, convém ter algum dinheiro na moeda local seja para pagar o almoço, seja para pagar a entrada num museu… seja fazer face a algum imprevisto.

  • Memorize a hora de partida do seu navio

Mais uma vez recordamos que o navio até pode esperar pelos passageiros que foram na excursão da companhia mas não vão esperar por passageiros que reservam independentemente. Por isso, memorize a hora de partida, verifique se o seu relógio está certo e planeje a sua excursão em sincronia com a hora a que tem de regressar, tendo em conta que se deve apresentar com alguma antecedência (pelo menos meia hora antes).

Lembre-se que se se atrasar e perder o navio, só poderá voltar a embarcar no porto seguinte e até lá as despesas são por sua conta.

E então? Arrisca-se numa excursão por sua conta e risco ou vai aderir aos passeios propostos pela companhia de cruzeiro?

Fonte Cruzeiros.com

Publicado por: lobusdaestepe | setembro 9, 2019

17 coisas que você nem imagina que não pode fazer na Europa

Antes de planejar uma viagem à Europa, veja as 17 proibições que podem causar grandes problemas e transformar suas férias europeias dos sonhos em um pesadelo:

Imagem relacionada

1. Roubar areia da praia

A Sardenha quer que as pessoas mantenham as mãos longe da areia. Uma lei de 2017 tornou ilegal a remoção de areia, pedras e conchas, com multas de até US$ 3.330.

Um casal francês foi pego com 40 kg de areia de Sardenha em seu carro. Os dois podem  pegar até seis anos de prisão.De acordo com a BBC, os dois dizem que queriam levar a areia para casa como uma “lembrança” e não perceberam que haviam cometido um crime.

No ano passado, um turista do Reino Unido também foi multado em US$ 1.100 por roubar areia da praia.

Resultado de imagem para viajar com itens falsificado

2. Viajar com itens falsificados

Deixe o Rolex falso em casa. Na França, os turistas podem ser multados em até US$ 334 mil por trazer mercadorias falsificadas para o país. Outras regiões como Áustria, Irlanda e Croácia são igualmente rigorosos neste quesito.

Resultado de imagem para danificar moeda

3. Danificar a moeda local

Tenha cuidado ao manusear seu dinheiro na Turquia. Desfigurar ou rasgar a moeda local pode levar a uma sentença de prisão de seis meses a três anos.

Resultado de imagem para andar na rua de biquini

4. Vestir somente biquíni

Em muitas partes da Europa, o que inclui a ilha espanhola de Maiorca e as cidades croatas de Split e Hvar, é ilegal usar apenas biquíni ou bermuda nas ruas. As autoridades podem aplicar multas se as pessoas forem pegas usando roupas de banho longe fora da praia. Em Maiorca, a regra é aplicada inclusiva na orla da praia.

Resultado de imagem para fazer xixi no mar

5. Fazer xixi no mar

Portugal tem uma lei que diz que você pode ser preso por usar o oceano como banheiro. Como é possível saber quando alguém faz isso?

Resultado de imagem para calçao de banho folgada

6. Usar roupa de banho folgada

Se você estiver prestes a ir para uma piscina pública na França, precisará deixar a bermuda de praia em casa e usar roupas de banho apertadas, ao estilo das de competições aquáticas.

Resultado de imagem para dormir em publico

7. Ter maus hábitos

Placas com a inscrição “Economize seu dinheiro e aproveite Hvar” dão as boas-vindas aos turistas nas entradas do centro da cidade na Croácia, com detalhes gráficos das ofensas e determinações locais. A multa mais alta, US$ 778, é aplicada a beber, comer ou dormir em público.

Resultado de imagem para dirigir chinelo

10. Dirigir de sandália ou chinelo

É necessário calçado adequado! Dirigir de chinelo ou sandália é uma prática criminosa na Espanha, sujeita à multa de US$ 222.

Resultado de imagem para tirando selfie com bastao

8. Fazer selfies

É melhor pedir a outra pessoa para tirar uma foto sua. No centro de Milão, os bastões de selfie foram proibidos recentemente -além de garrafas de vidro e food trucks- na tentativa de evitar o lixo nas ruas e comportamentos anti-sociais. Além de Milão, o pau de selfie também é proibido –

Disney-Todos os parques temáticos da Disney passaram a proibir o uso de paus de selfie desde 1 de julho de 2015 depois de um turista ter jogado longe um no topo de uma atração da Califórnia

Cidade Proibida, China Desde março de 2015, um dos acessórios favoritos dos chineses, os paus de selfie foram proibidos em toda a área do Museu do Palácio.

Coliseu, Itália Já com grandes danos causados pelos turistas, o Coliseu baniu os paus de selfie em março de 2015 com o objetivo de evitar ainda mais prejuízos ao monumento de mais de 2 mil anos.

Palácio de Versalhes (França) Desde o início de 2015, paus de selfie são proibidos no interior do Palácio de Versalhes com o objetivo de salvaguardar as obras.

Museus e estádios, Europa e Estados Unidos
Com o objetivo de proteger as obras de arte e também a segurança dos torcedores, os pau de selfie já foram proibidos em diversos museus e estádios da Europa. Entre eles estão o Museu do Vaticano, Capela Sistina e Galeria Uffizzi (Itália), National Gallery, Victoria & Albert Museum, Wembley Stadium, Millenium Stadium, Emirates Stadium (estádio do Arsenal),White Hart Lane (estádio dos Tottenham Hotspurs) e Murrayfield Stadium (Reino Unido), Museu Van Gogh (Holanda), Museu Thyssen Bornemisza (Espanha), Museu de Arte Moderna – MoMa (Nova York), Smithsonian (Washington) e Getty Center (Los Angeles).

9. Usar saltos em locais históricos

Guarde suas roupas elegantes para o jantar. Usar saltos é proibido em certos locais arqueológicos gregos, o que inclui a Acrópole.

Resultado de imagem para andar nu

11. Andar nu

Em 2011, um tribunal suíço tornou ilegal caminhar sem roupa. O caso ocorreu após um alemão passar nu por uma família que estava fazendo um piquenique perto dos Alpes suíços. Andar pelado havia se tornado uma prática popular nos anos anteriores à decisão do tribunal.

Imagem relacionada

12. Ficar sem combustível

Quer dirigir pelas rodovias da Alemanha? Verifique se o tanque de combustível está cheio. É ilegal ficar sem gasolina enquanto cruza a famosa Autobahn.

13. Beijar nas estações de trem

Os casais foram proibidos de beijar nas estações de trem em Manchester, na Inglaterra (uma lei mais recente), e na França (proibido desde 1910).

O motivo? Causa atrasos ferroviários e na viagem dos passageiros.

A Alemanha leva muito a sério a segurança no trânsito. É uma regra social comum não atravessar uma via antes que a luz esteja verde para os pedestres. Se você correr, pode ser multado em US$ 5 a US$ 11.

Resultado de imagem para beber na rua

16. Beber em público

Resorts em toda a ilha espanhola de Maiorca aumentam as sanções aos turistas mais animados com uma série de novas penalidades. Viajantes e moradores locais podem ser multados em até US$ 667 se forem pegos bebendo na rua.

Resultado de imagem para taxi inglaterra

Pedir um táxi se você estiver doente

A Lei de Saúde Pública (Controle de Doenças) de 1984 torna ilegal sinalizar para um táxi na Inglaterra se você tiver uma doença que precise ser notificada e não informar o motorista. Após o aviso sobre a enfermidade, o condutor é quem vai decidir se quer levá-lo até seu destino. Nosso palpite? Você não vai a lugar algum.

Extra- Itália tem leis de que proíbem turistas de sentar na Escadaria Espanhola de Roma e usar chinelos em Cinque Terra.

Fonte-Laura Begley Bloom

Publicado por: lobusdaestepe | março 9, 2019

Hotéis locações de filme onde podemos nos hospedar!

Taj Lake Palace Udaipur

Filme: 007 contra Octopussy

Udaipur, Índia

Le Bristol Paris

Filme: Meia-noite em Paris

Paris, França

Lebua at State Tower

Filme: Se Beber, Não Case! Parte 2

Bangkok, Tailânda

“Quando estiver aqui, não deixe de experimentar o coquetel inspirado em Se Beber, Não Case.”

Turtle Bay Resort

Filme: Ressaca de Amor

Havaí, Estados Unidos

The Plaza

Filme: Esqueceram de Mim 2 – Perdido em Nova York

Nova York, Estados Unidos


Beverly Wilshire Beverly Hills (Four Seasons)

Filme: Uma Linda Mulher

Califórnia, Estados Unidos


Timberline Lodge

Filme: O Iluminado

Óregon, Estados Unidos


Fontainebleau Miami Beach

Filme: 007 contra Goldfinger

Flórida, Estados Unidos


Hotel del Coronado

Filme: Quanto Mais Quente Melhor

Califórnia, Estados Unidos


The Westin Grand Berlin

Filme: A Supremacia Bourne

Berlim, Alemanha


Atlanta Marriott Marquis

Filme: Jogos Vorazes – Em Chamas

Geórgia, Estados Unidos


Mountain Lake Lodge

Filme: Dirty Dancing – Ritmo Quente

Virgínia, Estados Unidos

Resultado de imagen para grand hotel budapest)

O Grande Hotel Budapeste nomeado em nove categorias, incluindo Oscar de melhor filme. O filme foi gravado na Alemanha e na República Checa. 

Resultado de imagen para Görlitz (Alemanha) winter


Görlitz (Alemanha)
 

O diretor Wes Anderson escolheu filmar as cenas dentro do Grande Hotel Budapeste em Görlitz. O local é perfeito para as cenas mais importantes do filme e fica perto da fronteira entre a Alemanha e a Polônia. 
 

Karlovy Vary- República Checa
 

Resultado de imagen para grand hotel budapest)

Bristol Palace Hotel foi uma inspiração para locação do grandioso Hotel .
Imagen relacionada

Nesta mesma cidade também foi filmado “As últimas férias da minha vida”

Grand Hotel Pupp

Agora é só escolher qual vai realizar seu sonho de consumo!

Publicado por: lobusdaestepe | março 4, 2019

Os erros que não devemos cometer no aeroporto

Todo o cuidado é pouco para quem deseja chegar na hora certa à viagem de avião. Existem pequenos truques  para que possa fazer uma tranquila viagem.

1-Não fazer o check-in online

Diapositivo 2 de 33: Muitas companhias aéreas permitem que faça o check-in de 24 a 48 horas antes do voo, obtendo acesso a opções como a escolha do assento. Além disso, poderá poupar o tempo que iria ficar à espera na fila, no aeroporto, principalmente caso viaje sem bagagem.

Muitas companhias aéreas permitem que faça o check-in de 24 a 48 horas antes do voo, obtendo acesso a opções como a escolha do assento. Além disso, poderá poupar o tempo que iria ficar à espera na fila, no aeroporto, principalmente caso viaje sem bagagem.

2-Não verificar o estado do voo antes de sair de casa

Embora possa sentir-se emocionado por estar prestes a viajar, deve lembrar-se de verificar o estado do seu voo antes de sair de casa. Dessa forma poderá poupar algumas horas caso o seu voo esteja atrasado.

3-Contar piadas aos seguranças

Diapositivo 4 de 33: Por alguma razão, quando algumas pessoas estão sob pressão tendem a contar algumas piadas. Muitas vezes isso acontece durante a zona de revista. Lembre-se que estes profissionais têm uma tarefa importante, por isso não incomode aqueles que têm o 'poder' de expulsá-lo do aeroporto.

Por alguma razão, quando algumas pessoas estão sob pressão tendem a contar algumas piadas. Muitas vezes isso acontece durante a zona de revista. Lembre-se que estes profissionais têm uma tarefa importante, por isso não incomode aqueles que têm o ‘poder’ de expulsá-lo do aeroporto.

4-Usar as roupas erradas

Resultado de imagen para roupa errada para viajar


Se estiver em um local repleto de neve, com destino a um local tropical, não use casacos, botas ou cachecóis no aeroporto. Estas roupas serão apenas um fardo e somente ocuparão espaço nas suas malas.
Também deve evitar vestir-se como se fosse para a praia, mesmo que seja esse o seu destino. Lembre-se que os aviões costumam ser frios e qualquer situação de emergência requer bons sapatos e uma roupa quente.
Evite usar peças de metal caso tenha de passar pela segurança. É fácil retirar os sapatos e o cinto, mas não se esqueça dos brincos, anéis, relógios e correntes

5-Não conceder tempo a si próprio

Diapositivo 8 de 33: Não precisa de chegar três horas antes, mas deve chegar com algum tempo de sobra. Conceda-se tempo suficiente para passar pela segurança de forma relaxada e também para que possa ocorrer algum tipo de erro. Muitas companhias aéreas têm uma hora limite para que as malas sejam despachadas (por norma é uma hora antes do voo). Não se esqueça que antes de chegar ao aeroporto tem de lidar com o trânsito e com uma possível confusão nos transportes.

Em voos internacionais chegar no mínimo três horas antes.Conceda-se tempo suficiente para passar pela segurança de forma relaxada e também para que possa ocorrer algum tipo de erro. Muitas companhias aéreas têm uma hora limite para que as malas sejam despachadas (por norma é uma hora antes do voo). Não se esqueça que antes de chegar ao aeroporto tem de lidar com o trânsito e com uma possível confusão nos transportes.

6-Não ter os adequados documentos dos filhos

Diapositivo 10 de 33: Muitas pessoas não têm a noção de que alguns países requerem documentos adicionais, quando viaja com os seus filhos, principalmente se estiver sozinho com eles. Caso não tenha os documentos necessários, poderá ter alguns problemas.

Muitas pessoas não têm a noção de que alguns países requerem documentos adicionais, quando viaja com os seus filhos, principalmente se estiver sozinho com eles. Caso não tenha os documentos necessários, poderá ter alguns problemas.

7- Não levar um carregador e adaptador de tomada

Diapositivo 11 de 33: É provável que encontre pelo menos uma tomada elétrica no aeroporto, no entanto esta poderá estar ocupada. Pode optar por levar um power bank ou um adaptador que permita que mais de um aparelho estejam a carregar em simultâneo.

É provável que encontre pelo menos uma tomada elétrica no aeroporto, no entanto esta poderá estar ocupada. Pode optar por levar um power bank ou um adaptador que permita que mais de um aparelho carregue ao mesmo tempo.

8-Comprar comida no aeroporto


Os restaurantes do aeroporto têm preços elevados. Além disso, deve evitar fazer uma grande refeição antes do voo, uma vez que isso o fará sentir-se inchado, lento e mole. Escolha a opção mais saudável e barata, ao comprar os aperitivos fora do aeroporto. Certifique-se de que não está levando na bagagem frutas e vegetais, pois poderá ser multado se chegar com elas em outros países.

9-Trocar dinheiro

Diapositivo 16 de 33: Os aeroportos costumam ter elevadas taxas de câmbio. Por vezes é melhor usar um cartão de crédito sem taxas de transação no exterior ou levantar dinheiro de uma caixa automática.

Os aeroportos costumam ter elevadas taxas de câmbio. É melhor trocar apenas o necessário para o primeiro dia ou sacar dinheiro de um caixa automático.

10-Esquecer-se de escrever o nome do meio e esquecer o passaporte

Diapositivo 17 de 33: Já existiram situações onde passageiros não embarcaram porque o nome do cartão de embarque não correspondia ao nome do passaporte.


Pode parecer estúpido, mas na verdade acontece muitas vezes. Já existiram situações onde passageiros não embarcaram porque o nome do cartão de embarque não correspondia ao nome do passaporte.
O seu passaporte fica afastado da sua bagagem porque precisa de mostrá-lo em vários pontos de verificação no aeroporto, por isso poderá esquecê-lo em algum lugar. Certifique-se de que nunca perde de vista o seu passaporte

11-Deixar os seus aparelhos eletrônicos com fácil acesso

Diapositivo 20 de 33: O seu portátil ou qualquer outro aparelho eletrónico devem passar em separado pela segurança, no interior de um recipiente. Certifique-se de que estes estão acessíveis e que não estão por baixo das suas roupas.

O seu notebook ou qualquer outro aparelho eletrônico devem passar em separado pela segurança, no interior de um recipiente. Certifique-se de que estes estão acessíveis e que não estão por baixo das suas roupas.

12-Não imprimir os detalhes da viagem

Diapositivo 22 de 33: O seu telemóvel é útil para guardar o cartão de embarque e documentos importantes, mas muitos inconvenientes podem ocorrer. Uma vez que poderá ficar sem bateria, uma fotocópia do seu cartão de embarque poderá ser útil.

O celular é útil para guardar o cartão de embarqe e documentos importantes, mas muitos inconvenientes podem ocorrer. Uma vez que poderá ficar sem bateria, uma fotocópia do seu cartão de embarque poderá ser útil.

13-Escolher as filas erradas e
não ter à mão o cartão de embarque e o passaporte

Diapositivo 25 de 33: As filas nos pontos de verificação ficam mais lentas quando as pessoas têm de procurar pelos passaportes e cartões de embarque.

Nos aeroportos muitas pessoas seguem aquelas que têm à sua frente, mas perder algum tempo para perceber se está na fila certa poderá poupar-lhe algum stress.
As filas nos pontos de verificação ficam mais lentas quando as pessoas têm de procurar pelos passaportes e cartões de embarque.


14-Não ter tempo suficiente entre voos

Diapositivo 4 de 54: Uma hora pode parecer muito tempo, mas na verdade poderá ser pouco, caso precise de recolher a bagagem para fazer o check-in para o próximo voo, ou tenha de ir para outro terminal para embarcar. Seja realista em relação ao tempo que precisará e não se esqueça de contar com as pessoas que viajam na sua companhia.

Uma hora pode parecer muito tempo, mas na verdade poderá ser pouco, caso precise de recolher a bagagem para fazer o check-in para o próximo voo, ou tenha de ir para outro terminal para embarcar. Seja realista em relação ao tempo que precisará e não se esqueça de contar com as pessoas que viajam na sua companhia.

15-Não saber a validade do passaporte e a necessidade de vistos e vacinas

Diapositivo 5 de 54: Chegar ao aeroporto e descobrir que o passaporte está expirado é um verdadeiro pesadelo. Quando estiver a planear e a fazer a reserva da sua viagem, aproveite para verificar a data de validade do seu passaporte.

Chegar ao aeroporto e descobrir que o passaporte está expirado é um verdadeiro pesadelo. Quando estiver planejando e fazer a reserva da sua viagem, aproveite para verificar a data de validade do seu passaporte, vistos e vacinas.

16-Perder a calma e não pedir ajuda

Diapositivo 28 de 33: Não subestime o poder que existe em pedir ajuda quando está sob stress ou com pouco tempo. Os trabalhadores do aeroporto têm o poder de levá-lo a passar mais rapidamente pelos pontos de verificação. Só tem de falar com eles.

Os aeroportos podem ser locais estressantes, por isso convém que mantenha a calma, quer esteja ou não com pressa.
Não subestime o poder que existe em pedir ajuda quando está sob stress ou com pouco tempo. Os trabalhadores do aeroporto têm o poder de levá-lo a passar mais rapidamente pelos pontos de verificação. Só tem de falar com eles.

Older Posts »

Categorias