Publicado por: lobusdaestepe | julho 12, 2016

Arequipa- Monastério de Santa Catalina

 

 

DSC05582

O Monastério de Santa Catalina, em Arequipa, Peru, era nos idos do século 16,uma cidade no sentido de infra-estrutura e de auto-subsistência.

DSC05566

O início da construção do convento data de 1579, e sua inauguração em 1580.

DSC05622

O monastério foi  fundado por Doña Maria, uma senhora espanhola muito rica que, depois de viúva, decidiu ser reclusa neste convento ainda em construção e doar a ele todos os seus bens.

DSC05576

Na época era algo muito nobre para uma família ter uma filha religiosa, assim sendo, inúmeras famílias enviavam suas filhas para lá para viverem reclusas.

DSC05615

Normalmente, as meninas entravam no convento com 12 anos, e só saiam mortas,ou nem mortas, já que o complexo também tem cemitério!

Conversavam com seus familiares através de grades de madeiras.

DSC05588

As meninas mais ricas levavam sempre uma ou mais empregadas para morar com elas no seu quarto ou mini apartamento, com uma cozinha e um quarto de empregada.

DSC05572

Como eram jovens, dizem que muitas freiras faziam festas e convidavam uma a casa da outra .

DSC05599

Em cada uma delas viviam de 1 a 3 freiras e suas serviçais.

DSC05595

Em um dado momento, as casas chegaram a constituir um negócio para as famílias, que chegavam a vendê-las após o falecimento de uma moradora.

DSC05583

Uma queria ter a casa mais bonita  que a outra até que a festa acabou, mandaram fechar as cozinhas que muitas casas possuíam, e todas tiveram que se contentar em comer na cozinha comunitária.

DSC05626

O monastério era conhecido como “A cidade dentro da cidade”

DSC05597

Chegou a ter quase 500 moradoras, entre freiras e empregadas.

DSC05567

Construído em 1579 e reconstruído diversas vezes devido aos terremotos, é impressionante ver toda a estrutura e planejamento do local.

DSC05593

Foi construído com  pedras vulcânicas, chamadas silliares, retiradas dos vulcões  El Misti (que, em quechua, significa senhor), Chachani (noiva ou esposa, em quechua) e Pichu Pichu (montanha montanha, no mesmo idioma) que fazem com que a paisagem de Arequipa seja única e realmente bonita.

DSC05325

Caminhando pelas ruas que levam o nome de cidades espanholas, vemos casas, jardins, praças, um sistema eficiente de drenagem das chuvas, lavanderia, cemitério,  igreja, quartos, cozinhas, hortas, enfim uma cidade isolada do mundo.

DSC05612.JPG

Posteriormente o convento funcionou também como escola para meninas ricas, afim de arrumar um bom casamento.

DSC05614

Neste local viveu Ana de Los Angéles Monteagudo, ou Sor Ana de los Ángeles, muito popular entre os fiéis peruanos.ana de los angeles rostro-sor-ana

Ela entrou no convento aos 3 anos (por volta de 1607), para estudar, sua família a retirou dali por volta dos 11 anos para casar-se. Em casa, ela teve uma visão com Santa Catarina de Siena e decidiu voltar ao convento – para isso teve que brigar com sua família.

DSC05584

Sor Ana foi beatificada pelo papa João Paulo II em 1985, sendo atribuídos a ela inúmeros milagres e previsões.

DSC05643

Muita gente visita o convento para ir até seu quarto e realizar pedidos ou agradecer.

DSC05634

O Monastério foi aberto ao público somente em 1970, graças ao auxílio de um grupo de empresários arequipenhos que decidiram investir na restauração e abertura do monastério como ponto turístico.

As freiras que ainda residem no local ocupam um edifício  novo e têm uma loja onde  vendem itens religiosos  e alguns produtos produzidos por elas,   como  sabonetes de salsinha e  hidratante de rosas .

DSC05641

Por estar localizada a 2300 metros acima do nível do mar, pessoas provenientes de lugares mais baixos que ali chegam podem sofrer alterações físicas decorrentes daquilo que chamamos de “mal de altura” (também conhecido como “soroche” ou “mal de montaña”). Assim, se o turista sente alguma indisposição física, cansaço ou dores de cabeça aconselha-se tomar chá de coca. Nas farmácias do Peru também é possível encontrar remédio que minimiza esses sintomas.

DSC05640

O convento abre nos seguintes horários:
Segunda, quarta, sexta, sábado e domingo das 08:00 às 17:00 horas
Terça e quinta, das 08:00 às 20:00 horas

Ingresso: 40 soles
Dentro funciona uma lanchonete “El Café del Monasterio”.

DSC05404

Curiosidades: O escritor arequipenho Mario Vargas Llosa, em seu livro El paraiso en la otra esquina (2003) narra a história de Flora Tristan, que em 1833, passou uma temporada neste monastério, para receber a herança de seu pai. O livro conta sua agitada vida, como também a do seu neto, o célebre pintor Paul Gauguin.

Publicado por: lobusdaestepe | junho 29, 2016

Eek- O Gato

IMG_0009.JPG

“Silêncio se fez o meu ser
Ninando a esperança da paz
Eu vou caminhando nas asas do vento,
Flutuando no espaço infinito.”

Ele nos fez aprender a amar o jeito imprevisível dos gatos, nos amou e foi muito amado!

Eek     24/11/2008                      26/06/216

DSC07188.JPG

 

Eek, quando te dei o nome você tinha a função de ser “o gato”, e você foi.

Demorou, mas a gente se aproximou, do nosso jeito, pelo estomago, meu companheiro de almoço.

O gato introspectivo, esfomeado e guerreiro, que tanto aprendi a amar.
Obrigada pela parceria, ekotinho, aproveite os petiscos infinitos da fazendinha feliz, mas por favor, não conte disso para seus irmãos que ficaram ainda.

 Eek4
Publicado por: lobusdaestepe | junho 29, 2016

Passagem aérea: Como aproveitar as conexões

aviaão

Quem viaja com frequência sabe: voos com escala geralmente são mais baratos, embora mais demorados. Mas algumas companhias aéreas oferecem o stop-over, um sistema pelo qual o passageiro pode passar mais de 24 horas em alguma das escalas, para que os viajantes não passem apenas pelo aeroporto, mas deixem também divisas no país.

Para descobrir se o seu voo oferece essa possibilidade, é preciso consultar uma agência de viagens, que consegue a informação junto às empresas e solicita o serviço.

É possível que seja cobrada uma taxa extra. Mas o certo é que, nesse caso, vale a pena pagar a comissão à tradicional agência de viagem.

Os que preferem fazer a compra on-line podem entrar no site http://matrix.itasoftware.com/ para descobrir se o voo tem a opção stop-over entre a partida e o destino final.

Uma vez selecionado o voo, clique em fare rule e o site abrirá uma janela com a informação completa sobre o bilhete e a tarifa paga — se permite mudanças, limitações etc. Um dos itens é a informação sobre o stop-over.

Com o voo definido, o próximo passo é entrar em contato com a companhia aérea e solicitar o desmembramento do tíquete. É importante lembrar de marcar o segundo bilhete — este, para o destino final. Algumas companhias não permitem o serviço e propõem a divisão do bilhete, embora, em alguns casos, o valor total fique mais dispendioso.

Blue Mosque and the Bosphorus, Istanbul, Turkey

A Turkish Airlines, por exemplo, permite o desembarque em Istambul sem custos para os viajantes que fazem escala na cidade.

O mesmo faz a Emirates no seu hub Dubai, a Qatar Airways em Doha e a Icelandair  — que, nos voos entre a Europa e os Estados Unidos, permite parar em Reiquiavique.

Do Brasil para qualquer país da Europa, pela TAP, é possível fazer uma parada em Lisboa durante um máximo de 72 horas — sem custos em voos intercontinentais. A companhia portuguesa oferece até promoções de estadias grátis em hotéis.

Royal Jordanian oferece stop-overs grátis em Aman.

trembango

A Singapore Airlines não só os oferece como faz ativamente promoções na sua cidade base. Caso o cliente deseje, a empresa oferece pacotes para essa cidade-estado, com hotel incluído, a partir de 64 euros.
As companhias aéreas europeias e latino-americanas não costumam ser tão generosas. A Iberia e a Lufthansa não permitem pradas intermediárias.

A British Airways permite apenas em Londres e só em alguns voos e tarifas.

Só a Finnair, que une Miami a à Ásia, oferece essa opção de forma gratuita. Uma boa opção para conhecer Helsinque.

parisw

A Air France e a KLM também oferecem essa opção de forma gratuita em Paris e Amsterdã. E a parceira da aliança Skyteam, a Delta permite passar uma noite em Atlanta quando se voa da América Latina para a Europa.

Nos voos entre a América Latina e a Europa, a American Airlines também costuma oferecer, quase sempre, “stop-over” gratuito em Miami. Sempre é interessante verificar no site.

Na América Latina, a Avianca na sua estratégia de captar tráfego de toda a região para a Europa e os Estados Unidos, e de tornar Bogotá num hub regional, oferece até dois stop-overs gratuitos, para quem deseja viajar do seu país para Paris ou Madri, e passar 48 horas em Bogotá com o mesmo bilhete.

ESCULTURA DE MALAS

Fique atento
» Para evitar problemas com agendamento de voos, calcule o total de dias que deseja viajar antes de solicitar o stop-over.
» Verifique se o país onde será feita a escala exige visto de entrada.
» Confirme, no site, se o stop-over é permitido, e o custo, e confirme com a companhia aérea
» Caso o tempo de visita seja apenas de um dia, evite carregar malas para longe. Procure um dos hotéis que ficam próximos dos aeroportos. Eles costumam ser mais baratos.

Fonte: Igor Galo Diário de Pernambuco

Publicado por: lobusdaestepe | maio 10, 2016

7 lugares onde gostaria de ir VII

ushuaia_o-001

Neste ultimo  post recordei um país onde já estive diversas vezes, mas que gostaria de refazer em uma única viagem.

ARchile

 

 

Após  ir várias vezes a Buenos Aires, decidimos realizar viagens pelo interior da Argentina  de carro, aventura estas já descritas aqui no blog ( Aventura sem destino).

 

parque-nacional-nahuel

As viagens  foram realizadas nos anos de 2008 e 2009.

Durante todo o percurso, tudo correu maravilhosamente bem, só tivemos um vidro  estourado logo nos primeiros dias de viagem, no interior de Santa Catarina, quando um caminhão lançou uma pedra no para brisa.

FAROL CABO POLONIO

Ir através da fronteira de Chui,entrando no Uruguai, as praias quase desertas de Punta del diablo,

passando pela natureza intócavel de Cabo Polônio.

Cabo Polonio

La Paloma,

BALNEARIO URUGUAIO

BALNEARIO URUGUAIO

Maldonado, Piriápolis,

PIRIÁPOLIS - URUGUAI

PIRIÁPOLIS – URUGUAI

a clássica Montevideo, todas a beira  mar até Colonia del Sacramento,pegando um buquebus(barco tipo balsa) até Buenos Aires,

uruguai

e de lá seguindo rumo ao fim do mundo(Ushuaia) através de rodovias quase desertas, excelentes e sem pedágios.

PROVINCIA DE CHUBUT, UMA DAS REGIÕES MENOS POVOADAS DO MUNDO

Puerto Madryn, Península Valdez, Trelew, Punta Tombo – a patagônia dos bichos

patagonia

e berçário de baleias, leões marinhos e pinguins!

PMY_01

Ushuaia e El Calafate com suas geleiras, seu vento antártico  que adoro e a fauna que corre livre pelos campos sem cercas!

USHUAIA

USHUAIA

Na famosa Rota 40, passando por Esquel,

pesquel

admirar as paisagens fantásticas do encontro dos Andes com a Patagônia, um verdadeiro espetáculo para os olhos, com picos nevados,

DV00039

florestas de pinheiros e lagos turquesa no Caminho dos Sete Lagos, entre Bariloche e San Martin de los Andes.

 

HPIM4390

A paisagem começa a modificar com incontáveis vinhedos e adegas,

DV00052

 

com os Andes como pano de fundo na rota do vinho Mendoza e San Juan .

Ruta 9 para La Quiaca- Villazon Bolivia

Ruta 9 para La Quiaca- Villazon Bolívia

map-of-salta

 

Cafayate, conhecida por suas paisagens coloridas, seu desfiladeiro e sua produção de vinhos,

 

cafayate_vinedos3_0

 

Salta com sua arquitetura espanhola,

salta-cathedral-salta-argentina

Jujuy,

Ruta 9 para La Quiaca- Villazon  Bolivia

Ruta 9 para La Quiaca- Villazon Bolivia

a Quebrada de Humahuaca, com seu passado incaico, suas montanhas coloridas com charmosos vilarejos coloniais como Punamarca e seus cactos gigantes!

DSC03319

Passar por Salinas Grandes,

DSC03423

um enorme deserto de sal, até atingirmos a 4895 metros de altitude no passo de montanha denominado Abra del Acay, até chegarmos na fronteira com a Bolívia, em La Quiaca.

DSC03407

O povo do interior da Argentina é muito amável e receptivo, bem diferente do cidadão portenho de Buenos Aires!

Ruta 9 para La Quiaca- Villazon  Bolivia

É um lindo país!

Ruta 9 entre Salta e Jujuy

 

Publicado por: lobusdaestepe | abril 19, 2016

7 lugares que gostaria de ir V- Canadá

aucanada

Um país que gostaria muito de conhecer há tempos e não sei o porquê, acho que não deve ter chegado a hora certa para ir, é o Canadá!

canada1.jpg

Já fui para China, para Índia, para a Turquia (2 vezes, adoro de paixão), para a Rússia( 2 vezes em São Petersburgo, outra lindeza!)  diversas vezes para a Europa,( Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Alemanha, Dinamarca, Finlândia, Áustria, Suíça, Bélgica, Republica Tcheca, Hungria, Grécia, Macedonia, Croácia,Liechtenstein, Holanda, Malta, Israel, Egito, …) Estados Unidos, México, Panamá, República Dominicana ,Venezuela, Antilhas, Chile, Bolívia, Peru, Paraguai, Uruguai, quase morei na Argentina e o Canadá até agora nada ….

canada2

Viajar pelo Canadá de costa a costa.

canada5

Toronto, Niagara Falls, uma das maravilhas naturais do mundo.

canada4

Ottawa, capital do Canadá,  Montreal e Quebec City, considerada Patrimônio Cultural da Humanidade.

Ir para a costa oeste canadense, em Vancouver, considerada uma das melhores cidades no mundo para se morar.

Canadian-Rockies-Adventures_slide-01

Conhecer o lado inglês e o lado francês, passear pelos lagos, viajar a bordo do trem da Rocky Mountaineer,com seus picos nevados, lindos lagos, extensas florestas e vários animais selvagens, passando pelo interior da Columbia Britânica com destino às Montanhas Rochosas e ao Parque Nacional de Banff, finalizando a viagem na cidade de Calgary.

albertpodellglacier

E quem sabe ter a sorte de ver outro sonho, a Aurora Boreal!

auri

Publicado por: lobusdaestepe | abril 11, 2016

7 lugares que gostaria de ir IV Camboja

 

Camboja

Camboja, um país do sudeste asiático.

 

O motivo principal é conhecer o Complexo de Angkor.

CambANGKOR

O brilho incomparável da civilização khmer arrebata pela beleza, pelos detalhes refinados de arquitetura, pelo refinamento da ornamentação, pela harmonia e grandiosidade do conjunto.

 

Dentro das muralhas, há uma cidade com plano urbanístico de vias e acessos baseadas nos pontos cardeais, em avenidas paralelas, em diferentes bairros, em palácios e templos cujos canais levavam água para o interior, abrigando uma das mais fenomenais civilizações do planeta.

 

Cenário dos filmes Tomb Raider, com Lara Croft (Angelina Jolie)  e Indiana Jones, no Templo da Perdição, este Patrimônio Mundial pela UNESCO, continua bem preservado, mesmo aos 900 anos de idade.

As árvores cresceram entre os templos e sobre eles, formaram um cenário que por vezes nos faz pensar que acabamos de encontrar uma cidade perdida.

Em torno de 1580, ao cortar um caminho através da espessa selva do Camboja,
missionários portugueses descobriram enormes torres esculpidas em rochas que estavam em
ruínas e coberto de raízes e cipós.

Continuando, eles descobriram esta antiga cidade perdida,
que é duas vezes maior que Manhattan e que a natureza estava tentando engolir!

Publicado por: lobusdaestepe | abril 9, 2016

7 lugares que gostaria de ir V Uzbequistão

 

Uzbekistan

Este país que desejo conhecer, foge um pouco da rota convencional.

Um dia, vendo a capa de uma revista dentro de um avião, me apaixonei pela beleza de  uma mesquita e fui pesquisar sobre ela.

uzDSC_8604

Descobri o Uzbequistão!

 

“Descobri”, porque quando estudei geografia, ele ainda não existia, fazia parte da União Soviética.

uzimagesFN0I2AVR

Situado na Ásia Central, este país novo com 26  de independência, é cheio de história.

 

Uzo-1

500 anos antes de Cristo nascer, já estava intrinsecamente ligado a Rota da Seda como a localidade mais importante deste longo caminho que cruza China, Índia e Pérsia (atual Irã).

Uzviajante-sustentavel

Devido a sua posição geográfica privilegiada e estratégica, já fez parte de diversos impérios( Gengis Khan e Amir Timur, turco-mongol).

Alexandre o Grande disse: “Tudo o que eu tenho ouvido sobre Samarkand é verdade, exceto que ela é mais bonita do que eu jamais imaginei”.

UzBukhara_MG_1437a

Conhecer seus bazares agitados, os nômades do Deserto de Kyzylkum, o Vale do rio Oxus e as três cidades que abrigam a mais imponente da arquitetura islâmica no mundo: Khiva, Samarkanda e Bukhara.

O metrô dizem ser cópia dos magníficos metrôs de Moscou .

São verdadeiros cenários das Mil e Uma Noites, congelados no tempo e misturados com a arquitetura soviética.

A ornamentação cerâmica em tons de azul-celeste contrasta brilhantemente com os ocres dos tijolos da cor do deserto.

Publicado por: lobusdaestepe | abril 9, 2016

7 lugares que gostaria de ir III Tânzania

tanzania

 

Tanzânia, país fértil e repleto de vida selvagem!

 

Lar de três grandes lagos da África: Lago Vitória (o maior lago tropical do mundo), o Lago Tanganica (o segundo mais profundo do mundo) e o Lago Niassa e vários rios que desaguam no Oceano Índico.

Tanzania017

 

A Tanzânia é um país da África Oriental, faz fronteira com o Quênia e Uganda ao norte, a leste com o Oceano Índico,

 

ao sul com Moçambique, Malauí e Zâmbia e a oeste com a República Democrática do Congo, Burundi e Ruanda; e inclui também o arquipélago de Zanzibar.

Tanzania004

Conhecer o Parque Serengueti, um dos maiores ecossistema do mundo com a Reserva Masai Mara;

a Cratera de Ngorongoro, maior caldeira intacta do mundo,com uma cratera vulcânica com 18 quilômetros de diâmetro que abriga milhares de animais selvagens;

 

a Reserva de Animais de Selous, maior área de vida selvagem do mundo,

Tanzania007

o Parque Nacional Do Kilimanjaro, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e contemplar o Kilimanjaro, o ponto mais alto da África com seus quase 6 mil metros de altura.

E finalmente descansar na Ilha de Zanzibar, no Oceano Índico.

Publicado por: lobusdaestepe | abril 5, 2016

7 lugares que gostaria de ir II Etretat- França

etretat

Etretat fica na costa da Normandia, no norte da França.

Berço do queijo camembert, da cidra, do Brandy calvados, feitos com maçã e do Poire, feito com peras.

Etretacapela1

É uma pequena cidade francesa com cerca de 1500 habitantes.

Esta antiga vila de pescadores já foi habitada pelos romanos e depois pelos vikings.

Étretat-France.jpg

Etretat é reconhecida mundialmente pelas suas falésias, sendo a mais famosa as rochas em formato de tromba de elefante.

Nenhuma outra região do litoral francês se assemelha a sua paisagem marinha , retratada nas pinturas de Claude Monet, Eugène Boudin, Manet e Gustave Courbet .

 

Etretat_Claude_Monet-

A arquitetura da Normandia está muito bem preservada em Etretat

 

ertearquiteura2

 

O estilo é muito diferente e lindo.

etretat2.jpg

A combinação de vários materiais como madeira, tijolo e , pedra é encantadora. Sem falar nas inspirações medieval, russa e flamenca.

 

Como ir:

De carro, Etretat está a 200 km de Paris.

O acesso a Etretat é feito pela autoestrada A13/E5  e  depois  pegar a estrada nacional D39 e D81 até a cidade.

A cidade não possui Gare ferroviária, o trem só vi até Le Havre, daí pega-se o ônibus até Etretat.

Publicado por: lobusdaestepe | abril 3, 2016

A morte é onde mora a saudade

DSC03874.JPG

O que é vida?

O que e quem a define? (…)

Dizem as escrituras sagradas: “Para tudo há o seu tempo. Há tempo para nascer e tempo para morrer”.

A morte e a vida não são contrárias. São irmãs.

A “reverência pela vida” exige que sejamos sábios para permitir que a morte chegue quando a vida deseja ir.

Rubem Alves

DSC05207.JPG

Minha estrelinha Luna partiu, deixando muita saudade com seu jeito meigo incomparável.

Foi feliz e nos fez mais ainda.

Até um dia!

24/11/2008

03/04/2016

 

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 93 outros seguidores