Publicado por: lobusdaestepe | janeiro 18, 2010

Esquel- uma cidade entre as montanhas

O nome Esquel é vem do som pronunciado pelos habitantes tsonek para denominar a flora local, composta de muitos arbustos espinhentos, que origina a fruta calafate.

Esquel fica a 150 km de El Bolsón e a 300 km de San Carlos de Bariloche.

É uma cidade totalmente plana, ótima para se caminhar ou pedalar, com cerca de  28.000 habitantes, que vivem na maior parte do turismo.

Na primavera e verão vivem do turismo da pesca esportiva, trecking, rafting, mountaing bike, escaladas e outros e durante o outono e inverno a estação de  esqui( La Hoya) e snowboarding são as principais atrações.

Perto dali há o Parque Nacional Los Alerces, que infelizmente não fomos..

O Parque Nacional Los Alerces possui 263.000 ha. e fica na divisa com o Chile.

O alerce  é uma das árvores com maior longetividade do planeta.

Além do Parque Nacional Los Alerces e da estação de esqui La Hoya, outra grande atração da cidade é um trem “Maria-fumaça” conhecida como La Trochita e mundialmente famoso por ser o único ainda em funcionamento.

O trem ainda é conservado com praticamente todas as peças originais para que os turistas tenham a exata sensação de como eram esses trens antigamente.

A rota saia do pequeno povoado de Nahuel Pan, próximo ao vulcão do mesmo nome e seguia até Buenos Aires, formando parte da rota conhecida como Ferrocarril General Roca.

Hoje La Trochita sai da Estação Esquel, percorre 18 km e chega a  estação Nahuel Pan, uma comunidade mapuche-tehuelche, onde tem um museu de cultura e feira de artesanato.

A duração do passeio é de 2 horas e 45 minutos e o preço atual (Janeiro 2010) é de $150 pesos para  turistas estrangeiros, $ 80 pesos para  argentinos, $50 pesos para aposentados e universitários argentinos e $35 para moradores da região.

O combustível também tem preço diferenciado para quem não mora na região. Segundo nos informaram fizeram isto para evitar que os chilenos viessem abastecer os veículos na Argentina.

A região é cercada por muitas fazendas de criação de ovelhas e um pouco de gado de corte.

Ficamos em um aconchegante Hostel,(Hosteria Mari Mari) de um casal de professores aposentados, que nos deram várias dicas da região.

De Esquel , começamos a fazer o caminho de volta  e iríamos passar em uma das mais belas estradas que já percorremos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: