Publicado por: lobusdaestepe | fevereiro 2, 2011

Fast Food- Comidas rápidas-lanches típicos-comida de ruaII

Comida de rua é prática e muito saborosa, na maioria das vezes.

Na Holanda, vi uma barraquinha com uma fila enorme, fiquei feliz e logo pensei, vou me dar bem…

Ainda bem que resolvi ir direto na barraca para ver o que vendiam.

Argh! era arenque!

Arenques são pequenos peixes gordurosos (a gordura está dispersa por toda a carne e pele) do gênero Clupea encontrados nas águas temperadas e rasas do Atlântico Norte, do Mar Báltico, do Pacífico Norte e do Mediterrâneo.
Nos Países Baixos, o arenque tem desempenhado um papel importante no desenvolvimento econômico e histórico do país desde antes do século XIV.(fonte: wikipédia)


O harring brood, como chamam o sanduíche, é vendido por 3 euros.

O filé é mais grosso  que do sushi, mas é peixe cru também.

Por ser marinado, o sabor também é mais acentuado, dizem…

Isto quando não resolvem comer o arenque assim!

Tive que procurar outra coisa e encontrei a melhor batata frita que já comi.

Frita em grossas fatias, por influência belga, a batata é encontrada como principal alternativa de comida rápida e barata em balcões por toda a cidade.

As vlaamse frites são servidas em cones e custam entre 1,80 euro e 2,80, e podem vir acompanhados por um molho à escolha, por mais 0,50, em enorme quantidade.

O mais tradicional é comê-la com a maionese local, que é mais cremosa e suave de que o molho pouco respeitável que os brasileiros estão acostumados a comer.
A batata é cortada em fatias realmente grossas,e não fica excessivamente crocante, mas bastante saborosa mesmo assim, e bastante atraentes.
Outra opção são os croquetes de vitrine.
Foto: Monstronacozinha.blogspot

Em qualquer esquina do centro de Amsterdã tem essas maquinas automatizadas que vendem croquetes dos mais variados sabores.

A mais famosa é da marca Febo.

Por pouco mais que um euro depositado na máquina, pode se abrir a janela escolhida e retirar o salgado, chamado kroket no idioma local.

Em Paris, temos os crepes,

os queijos (dos supermercados) e o sorvete Berthillon da ilha Saint Louis.

Caso não encontrem aberta  a Berthillon, (ela fecha entre julho e agosto  para poder atender os restaurantes e não perder o padrão de qualidade), pode saborear o Amorino



Lindo em formato de rosa, ou o

os sorvetes em flor da Gelati d’Alberto


Glacier Berthillon
29-31 rue Saint Louis en l’Île

Metrô: Pont-Marie linha 7
Tel.: 01 4354 3161
Abre de quarta a domingo das 10h00 às 20h00

Amorino
47 rue Saint Louis en l’Île
Metrô: Pont-Marie linha 7
Tel.: 01 4407 4808
Abre diariamente das 12h00 às 24h00

Gelati d’Alberto
Metrô: Châtelet linhas 1, 4, 7, 11 e 14
Tel.: 01 7711 4455
Abre diariamente das 12h00 às 24h00
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: