Publicado por: lobusdaestepe | julho 23, 2011

Caminho de Santiago com carro de Braga – Portugal á Espanha

caminho de Braga a Santiago

De Braga resolvemos fazer um bate e volta até Santiago de Compostela, na Espanha.

Caminho de Santiago de carro

A estrada é ótima, mesmo com o tempo chuvoso e nublado não tivemos nenhum problema.

Saímos de Braga pela En101, pagamos apenas um pedágio entre Valença do Minho  e Ponte de Lima e seguimos em direção a Tui, na divisa de Portugal com a Espanha.

Foto emprestada da Wikipédia

Em Tui tem um outlet excelente. Tá bom, não é igual ao Freeport, mas também o Freeport, segundo dizem, é o maior da Europa.

O de Tui, , vejam o site :http://www.outletui.es/, fica perto da estrada.

De Portugal, pegar a  estrada : IC-1 saída 30 (direção Tui – A Guarda)

De A Coruña, Santiago de Compostela, Pontevedra, Vigo: Autopista AP-9

De Vigo, Ourense: Autovia A-55 salida 30 (direção Tui Sur, A Guarda, Tomiño)

Achei os preços excelentes, de  tênis  da Nike a perfumes Adolfo Dominguez, aliás foi lá que conheci esta marca.

Quando chegamos a Santiago, estava  uma chuva fina, gelada.

Não havia vagas para estacionar o carro perto do centro antigo(na cidade velha é proibido o tráfego  de veículos).

Por isso, tivemos  que estacionar o carro “um pouco” longe  e fizemos nosso pequeno caminho á Santiago de Compostela á pé, debaixo de uma fina garoa gelada e quando conseguimos chegar a catedral, estávamos  bem molhados…

Os verdadeiros caminhantes vão preparados para a chuva

Pessoas de todas as idades imitam os passos medievais e percorrem este antigo traçado; uns por espírito religioso-cristão, outros por misticismo, busca interior ou apenas como uma grande aventura.

Desde o século IX, homens e mulheres partem de suas cidades tendo como destino  Santiago de Compostela, um  lugar sagrado,  que teve seu auge nos séculos XII e XIII, com a passagem de centenas de milhares de viajantes.

A fila ainda não estava grande para visitar o tumulo de Santiago.

São Tiago foi um pescador que vivia às margens do lago Tiberíades( Tíberíades é uma cidade encantadora em Israel, se tiverem oportunidade, não deixem de conhecê-la) ; filho de Zebedeo e Salomé, e irmão de João O Evangelista.

Segundo a tradição, após a dispersão dos apóstolos pelo mundo, Tiago foi pregar o evangelho na província romana da Galícia, extremo oeste espanhol.

De volta a Jerusalém, o apóstolo foi perseguido, preso e decapitado a mando de Herodes no ano 44.

Seus restos foram lançados para fora das muralhas da cidade. Os discípulos Teodoro e Atanásio recolheram seu corpo e levaram-no de volta para o Ocidente, aportando na costa espanhola, na cidade de Iria Flavia.

O corpo do apóstolo foi sepultado secretamente num bosque chamado Libredón permanecendo oculto durante oito séculos.

Certa noite, o ermitão Pelayo observou um fenômeno que ocorria no bosque: uma chuva de estrelas se derramava sobre um mesmo ponto do Libredón, proporcionando uma luminosidade intensa.  O bispo de Iria Flavia, Teodomiro, sabendo do ocorrido, ordenou que fossem feitas escavações no local.

Assim, no dia 25 de Julho de (provavelmente) 813, foi encontrada uma arca de mármore com os restos do apóstolo Tiago Maior.

Naquele lugar foi feita uma capela em honra a São Tiago, proclamando-o guardião e padroeiro de todo o seu reino.

Em pouco tempo, uma cidade foi erguida em torno daquele bosque, e denominada Compostela, cuja origem etimológica do nome remete ao latim: Campus Stellae, ou Campo das Estrelas, e assim a junção final: Compostela.


No ano de 899, Afonso III construiu uma basílica sobre o rústico templo erguido por seu antecessor. Porém, oitos anos mais tarde, a basílica foi saqueada pelo árabe Almanzor, que respeitosamente, preservou as relíquias do apóstolo. Em 1075, iniciou-se a construção da atual catedral, cinco vezes maior que a anterior.

Fonte: http://jornale.com.br/wicca/?p=2072

Em 2010 foi ano jubelino quando a Porta Santa” da Catedral de Santiago de Compostela permanece aberta por todo o ano.

No interior fizemos o ritual do abraço, vimos o enorme turíbulo que borrifa o incenso durante  a missa.

Depois, como o frio era grande, entramos em uma pequena taverna e  fomos tomar um vinho com um sanduiche de pão e queijo.

Andamos pelas estreitas ruas, admirando a arquitetura, as lojas, que mesmo com a multidão de turistas e peregrinos, parece continuar como uma pacata  cidade.

Ultreya e Suseya são muito utilizados pelos peregrinos.

ULTREYA,  pronunciada pelos peregrinos que chegavam a Catedral de Santiago como a mostrar o seu jubilo de ter chegado ao fim de sua peregrinação.

“Para frente” em busca da realização de um objetivo, de uma meta a qual tendo fé iremos alcançar, mesmo diante das dificuldades não deveremos desistir,respeitandor os nossos limites, com humildade suficiente para reconhecer que jamais iremos alcançar a perfeição, de modo que a nossa capacidade se torne ilimitada. ex

SUSEYA – “para cima”, tem o sentido da busca pela realização de um objetivo que todo o ser humano deve perseguir, a evolução espiritual, essa é a verdadeira, senão única realização humana que pode transcender a transmutação para a outra dimensão, após a morte.

A conjugação destas duas metas, alçadas, da condição de votos de sucesso no Caminho de Santiago, torna-se uma verdadeira mantra, durante a jornada.

extraído do site http://www.caminhodesantiago.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: