Publicado por: lobusdaestepe | março 17, 2012

Armeria: os tesouros dos Czares e da igreja

A Armeria é o maior e mais antigo museu de arte  da Rússia .

Nele encontramos tesouros dos Czares, como carruagens e tronos, coleções raríssimas de artigos de ouro e prata do século XII ao XIX, armamentos dos soldados russos do século XII–XVI, roupas , coroas, ovos Fabergé, enfim é um museu imperdível em Moscou.

A Armeria  fica situado no território do Kremlin  em Moscou, na parte mais antiga da cidade, em um prédio de 1851.

A Armeria e o Fundo de Diamantes possuem 4.000 peças

Nos dois pisos do palácio encontram-se, entre outras coisas, armas históricas, peças de joalharia, insígnias reais ,coroas e peças exclusivas de artesanato em ouro e prata datadas entre o século XIII e o século XIX.

No mesmo prédio também tem a exposição  permanente do Fundo dos Diamantes, com peças particularmente valiosas de joalharia artesanal, relíquias dos czares e raras gemas preciosas, mas depois de ver a  riqueza da Armeria, qualquer outra exposição torna-se desnecessária.

Após ingressar pelo portão de entrada -Torre Borowizki- que fica distante da bilheteria, caminhando à pé, uns 10 minutos, passa-se por um portão onde há um detector de metais , tipo aeroporto, com revista nas bolsas .

Entra-se por  uma pequena porta no piso térreo.

Lá é obrigário deixar casacos e bolsas, sendo que para a bolsa é necessário pagar uma pequena taxa de 20 cents de rublos.

No  segundo andar do Palácio do Arsenal existem um total de cinco salas.

O foco encontra-se nas armas históricas, assim como nos metais preciosos trabalhados artisticamente como objetos de uso cotidiano e utensílios da igreja, pertencentes antigamente à corte dos czares ou aos palácios, igrejas e mosteiros do Kremlin.

A partir do hall da escadaria sobe-se á esquerda  à primeira sala, a qual exibe uma extensa coleção de tesouros da Igreja e objetos em ferro forjado datados do século XI ao século XVII.

Armeria é um dos lugares  onde vimos um grande número de objetos incrustados com pedras preciosas(esmeraldas, rubis, pérolas, diamantes) só comparando com os tesouros de Istambul, por isso vale a pena conhecer.

Mas atenção, para visitar a Armeria, existe um número limitado de entradas por dia e é necessário chegar cedo, para a compra dos ingressos, pois há horários programados para a visitação.

Existem turnos de visitação, por isso  não se deve  demorar demasiadamente,  senão não é possivel ver todos os objetos.

Há uma  grande riqueza como a das mil cruzes de prata de 1322 ou a do Cristo de 1441, a capa do patriarca Nikom de 24 kg. de peso devido às pedras preciosas que a enfeitam, ou mitras  de ouro coberta de pérolas, esmeraldas, topázios  com a imagem de Cristo em esmalte branco.

A Sala das Carruagens, sendo a maior delas pertencente a Rainha Elizabeth ou Isabel, a alegre.

A Coleção de armas brancas de fogos e armaduras com o Elmo de Yaroslav do século XIII e o saadak do Czar, bainha de carjac, recoberta de 34 safirais, 25 rubis, 117 circões, 135 esmeraldas e 191 diamantes.

A sala das jóias da coroa e dos tronos, cujas peças mais valiosas são o trono de marfim de Ivan III, o trono de diamantes de Aleksei Mijailovich coberto por 870 diamantes, 185 rubis, milhares de pérolas e centenas de turquesas,

A sapka, coroa feita pelos artesãos de Constantinopla e que Bizancio deu de presente à Kiev Vladimir II, com um quilo de peso, a coroa Kazam de Ivam o Terrível de láminas de ouro, turquesas, rubíes e um enorme topázio,

A de Mijail Fedorovic de ouro, esmeraldas, safiras, pérolas, marta cebelina e uma impressionante esmeralda e a de Ana Ivamovna, de prata com 2,536 diamantes, um rubi e uma cruz de diamantes na parte superior.

Nas salas do segundo andar podem-se ver  objetos pré-históricos, ícones, objetos sacros e presentes de países  da Europa aos Czares, todos de grande valor.

Também na segunda sala, estão peças concebidas por bem conhecidos mestres joalheiros dos czares russos, incluindo vários Ovos de Páscoa únicos da Casa Fabergé, produzidas entre o século XVIII e o início do século XX.

O ingresso custa 700,00 rublos, cerca de R$ 44,00 reais  para a Armeria e 500,00 rublos para o Fundo de Diamante.

As fotos são do site: http://www.no-miedo.com/2011/05/il-tesoro-del-cremlino.html

Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: