Publicado por: lobusdaestepe | maio 30, 2012

Rua Arbat , a velha Moscow

rua arbat

A rua mais famosa de Moscou é a Arbat.

É um calçadão, somente para pedestres.

Ela é pequena e fácil de andar, tem cerca  de 1 km e fica  no  centro histórico de Moscou.

No verão dizem que é muito animada, parecendo um mercado de arte,  cheia de pintores de retratos, poetas e músicos de rua, com mesas de cafés na calçada, por isso é conhecida  por  “Montparnasse da Rússia”.

A Arbat tem várias estátuas,(aliás como toda Moscou, em cada quarteirão uma estátua):- para o cantor folclórico e poeta, Bulat Okudzhava, que escreveu várias canções  sobre a Arbat,

Sua música, uma mistura de violão e  poesia,  tornou-o muito famoso na Rússia.

Ele inspirou todo um movimento de pensadores liberais.

A estátua da princesa Turandot, em frente ao Teatro Vakhtangov , esculpida por Alexander Bourganov.

Pushkin e Goncharova , em  homenagem ao grande poeta russo Alexander Pushkin e sua esposa Natalia Goncharova.

Foi  erguida em frente à casa da Rua Arbat, onde eles  viveram por vários meses, durante a lua-de-mel em Moscou.

Pode-se ver pela delicadeza da estátua, que Natália era realmente uma linda mulher.

Na Arbat fica também a  sede da companhia petrolífera TNK-BP – um edifício moderno, no início da rua.

Andando por lá vimos vários restaurantes e cafés,como o Hard Rock Cafe,  Kruzhka, Praim, e Mu-Mu, este um restaurante com ótimos preços.

Há vários Mu-Mu em Moscou e é fácia de encontrar porque sempre tem uma vaquinha na porta.

Tem ainda o muro da Paz  e a Parede de Victor Tsoi – Viktor Tsoi foi um músico de rock cult Soviética, fundador da «Kino»  que morreu tragicamente em um acidente de carro com a idade de 28anos em 1990 e é cultuado até hoje pelos jovens soviéticos.

Como percorrer a Arbat

 

Depois que fomos, encontrei um mapa das atrações da Rua Arbat(tudo bem, fica para a próxima ).

Iniciar pela praça conhecida como Arbatskaya Ploshchad.

O atraente edifício do século 19,  na esquina, abriga o restaurante histórico (1) Praga (Ulitsa Arbat 2/1; http://www.praga.ru), que existe desde a década de 1890.

Era sempre o ponto de encontro da elite, e hoje o restaurante diz ter servido muitos dos escritores mais famosos de Moscou, artistas e músicos; vale a pena dar uma espiada.

Passeie na Arbat , olhando à direita,  tem  a parede (2) da Paz (Ulitsa Arbat; http://www.wwfp.org) um edifício coberto com centenas de azulejos pintados à mão, todos expondo sobre o tema da amizade internacional.

Continue por alguns quarteirões, vire à esquerda em Krivoarbatsky Pereulok.

Este caminho contém um pequenos exemplos dos mais notáveis da cidade, da arquitetura construtivista, um movimento idealista e futurista que varreu a União Soviética na década de 1920.

O (3) Melnikov House (Krivoarbatsky Pereulok 10; http://www.melnikovhouse.ru) é nomeado para o arquiteto que o projetou em 1927.

A casa é formada por dois cilindros ligados e pontilhada com janelas hexagonais. “Escondido por trás da Arbat em seu próprio pedaço de terra é como uma nave espacial de outro mundo”, disse Clementine Cecil, co-fundador, Moscou Sociedade de Preservação Arquitetônica. “Há planos para criar um museu aqui, mas mesmo antes que isso aconteça, vale a pena ir espreitar através da cerca.”

Continue na Kirvoarbatsky Pereulok e vire à direita para retornar à Arbat.

Uma estátua de bronze de (4) Bulat Okudzhava (esquina da Krivoarbatsky Pereulok e Ulitsa Arbat) está no centro do cruzamento. Um dos bardos favoritos de Moscou, Okudzhava viveu na Arbat (nas proximidades no n º 43)

Olhando para cima veja a Igreja (5)  “Spasa-na-Peskakh” (Spasopeskovsky Pereulok), que data do século 18.

Na extremidade da rua tem  a elegante (6) Spaso House (Spasopeskovsky Pereulok 10), casa do embaixador dos EUA para na Rússia.

Faça o seu caminho de volta para a Arbat, e vire à direita para continuar a caminhar para o oeste.

À direita, você vai notar uma estátua de bronze do poeta nacional, Alexander Pushkin, e sua esposa Natalia Goncharova.

Após seu casamento,  o casal viveu na casa azul na esquerda, que agora é o (7) Casa-Museu Pushkin (Ulitsa Arbat 53).

A Arbat termina no Smolenskaya-Sennaya Ploshchad, que é dominada pelo maciço (8) Ministério dos Negócios Estrangeiros (Smolenskaya-Sennaya Ploshchad 32/34).

Este é um dos sete arranha-céus conhecidos como as Sete Irmãs, que foram construídos em 1947 para comemorar os 800 de Moscou. O  tamanho enorme e parecido com  bolo de casamento era o estilo favorito de Stalin.

A partir daí você pode pegar o metro, ou passear ao longo de provar as cervejas em (9) Tinkoff Cervejaria e Restaurante -Protochny Pereulok 11.

Anúncios

Responses

  1. Excelente! Exatamente do que estava procurando. Obrigada


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: