Publicado por: lobusdaestepe | maio 30, 2012

Rua Arbat , a velha Moscow

rua arbat

A rua mais famosa de Moscou é a Arbat.

É um calçadão, somente para pedestres.

Ela é pequena e fácil de andar, tem cerca  de 1 km e fica  no  centro histórico de Moscou.

No verão dizem que é muito animada, parecendo um mercado de arte,  cheia de pintores de retratos, poetas e músicos de rua, com mesas de cafés na calçada, por isso é conhecida  por  “Montparnasse da Rússia”.

A Arbat tem várias estátuas,(aliás como toda Moscou, em cada quarteirão uma estátua):- para o cantor folclórico e poeta, Bulat Okudzhava, que escreveu várias canções  sobre a Arbat,

Sua música, uma mistura de violão e  poesia,  tornou-o muito famoso na Rússia.

Ele inspirou todo um movimento de pensadores liberais.

A estátua da princesa Turandot, em frente ao Teatro Vakhtangov , esculpida por Alexander Bourganov.

Pushkin e Goncharova , em  homenagem ao grande poeta russo Alexander Pushkin e sua esposa Natalia Goncharova.

Foi  erguida em frente à casa da Rua Arbat, onde eles  viveram por vários meses, durante a lua-de-mel em Moscou.

Pode-se ver pela delicadeza da estátua, que Natália era realmente uma linda mulher.

Na Arbat fica também a  sede da companhia petrolífera TNK-BP – um edifício moderno, no início da rua.

Andando por lá vimos vários restaurantes e cafés,como o Hard Rock Cafe,  Kruzhka, Praim, e Mu-Mu, este um restaurante com ótimos preços.

Há vários Mu-Mu em Moscou e é fácia de encontrar porque sempre tem uma vaquinha na porta.

Tem ainda o muro da Paz  e a Parede de Victor Tsoi – Viktor Tsoi foi um músico de rock cult Soviética, fundador da «Kino»  que morreu tragicamente em um acidente de carro com a idade de 28anos em 1990 e é cultuado até hoje pelos jovens soviéticos.

Como percorrer a Arbat

 

Depois que fomos, encontrei um mapa das atrações da Rua Arbat(tudo bem, fica para a próxima ).

Iniciar pela praça conhecida como Arbatskaya Ploshchad.

O atraente edifício do século 19,  na esquina, abriga o restaurante histórico (1) Praga (Ulitsa Arbat 2/1; http://www.praga.ru), que existe desde a década de 1890.

Era sempre o ponto de encontro da elite, e hoje o restaurante diz ter servido muitos dos escritores mais famosos de Moscou, artistas e músicos; vale a pena dar uma espiada.

Passeie na Arbat , olhando à direita,  tem  a parede (2) da Paz (Ulitsa Arbat; http://www.wwfp.org) um edifício coberto com centenas de azulejos pintados à mão, todos expondo sobre o tema da amizade internacional.

Continue por alguns quarteirões, vire à esquerda em Krivoarbatsky Pereulok.

Este caminho contém um pequenos exemplos dos mais notáveis da cidade, da arquitetura construtivista, um movimento idealista e futurista que varreu a União Soviética na década de 1920.

O (3) Melnikov House (Krivoarbatsky Pereulok 10; http://www.melnikovhouse.ru) é nomeado para o arquiteto que o projetou em 1927.

A casa é formada por dois cilindros ligados e pontilhada com janelas hexagonais. “Escondido por trás da Arbat em seu próprio pedaço de terra é como uma nave espacial de outro mundo”, disse Clementine Cecil, co-fundador, Moscou Sociedade de Preservação Arquitetônica. “Há planos para criar um museu aqui, mas mesmo antes que isso aconteça, vale a pena ir espreitar através da cerca.”

Continue na Kirvoarbatsky Pereulok e vire à direita para retornar à Arbat.

Uma estátua de bronze de (4) Bulat Okudzhava (esquina da Krivoarbatsky Pereulok e Ulitsa Arbat) está no centro do cruzamento. Um dos bardos favoritos de Moscou, Okudzhava viveu na Arbat (nas proximidades no n º 43)

Olhando para cima veja a Igreja (5)  “Spasa-na-Peskakh” (Spasopeskovsky Pereulok), que data do século 18.

Na extremidade da rua tem  a elegante (6) Spaso House (Spasopeskovsky Pereulok 10), casa do embaixador dos EUA para na Rússia.

Faça o seu caminho de volta para a Arbat, e vire à direita para continuar a caminhar para o oeste.

À direita, você vai notar uma estátua de bronze do poeta nacional, Alexander Pushkin, e sua esposa Natalia Goncharova.

Após seu casamento,  o casal viveu na casa azul na esquerda, que agora é o (7) Casa-Museu Pushkin (Ulitsa Arbat 53).

A Arbat termina no Smolenskaya-Sennaya Ploshchad, que é dominada pelo maciço (8) Ministério dos Negócios Estrangeiros (Smolenskaya-Sennaya Ploshchad 32/34).

Este é um dos sete arranha-céus conhecidos como as Sete Irmãs, que foram construídos em 1947 para comemorar os 800 de Moscou. O  tamanho enorme e parecido com  bolo de casamento era o estilo favorito de Stalin.

A partir daí você pode pegar o metro, ou passear ao longo de provar as cervejas em (9) Tinkoff Cervejaria e Restaurante -Protochny Pereulok 11.


Responses

  1. Excelente! Exatamente do que estava procurando. Obrigada


Deixe uma resposta para Nivia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: