Publicado por: lobusdaestepe | janeiro 16, 2013

Turquia e os gatos

Foi uma surpresa ver a quantidade de gatos que moram nas ruas da Turquia, principalmente em Istambul.

Istambul- próximo Palácio de Domabech

Istambul- próximo Palácio de Domabech

Todos são muito bem tratados.

DSC04909

Vimos várias pessoas levando ração, comida e leite para estes gatos.

DSC05080

Ficamos curiosos para saber de onde vem este carinho com os animas, principalmente pelos gatos.

(Exceto por uma comemoração – o  feriado nacional de Kurban Bayram – ou Festival do Sacrifício – um dos acontecimentos religiosos do mundo árabe no qual ocorrem, durante os quatro dias consecutivos, rituais em que os animais vivos são sacrificados e seu sangue é oferecido a Alah, na mesma época em que ocorre a peregrinação a Meca, segundo os desígnios do Corão (´Ore para Deus e faça um sacrifício)

Mesquita de Suleyman

Mesquita de Suleyman

Nos falaram que o Alcorão pede respeito aos animais.

Mas assim mesmo ficamos impressionados.

Istambul

Istambul

Na maioria das lojas vimos um gato de estimação, até na loja da  Swarovski no Taksim!

Veja o detalhe da almofada para o gato na porta da loja;

Pamukkale

Pamukkale

O respeito que os turcos tem pelos gatos é impressionante!

mesquita de Eyup

mesquita de Eyup

Nas mesquitas, nos jardins, nas ruínas de antigas cidades, existem sempre vários gatos.

Ai resolvi pesquisar este mistério.

Pamukkale

Pamukkale

Um ditado popular mulçumano diz: “Se você matou um gato, vai precisar  construir uma mesquita para ser perdoado por Deus.”

DSCN1796

Na tradição muçulmana o gato é dotado de baraka, a chama sagrada do espírito.

Ephesus

Ephesus

No Islamismo o gato sempre foi visto como uma criatura pura, e  isso se deve ao fato deles terem muito cuidado com a sua higiene e limpeza.

Istambul- Café Pierri Loti

Istambul- Café Pierri Loti

Nos Cafés  em Istambul  os  gatos sentam-se ao lado de clientes ou cochilam nas cadeiras.

DSCN1954

Maomé gostava  de gatos.

Há duas lendas.

Uma delas conta que um dos gatos de Maomé o teria salvo de uma serpente que estaria prestes a atacá-lo sem ele ter visto.

Istambul - Café Pierri Loti

Istambul – Café Pierri Loti

Outra lenda conta que na hora de Maomé fazer a sua oração, o seu gato preferido, Muezza, estava  dormindo em cima de uma manga da sua túnica, e como Maomé  não quis acordá-lo, cortou a manga da sua túnica e foi rezar.

DSC04643

Por isso, os mulçumanos são tolerantes com os gatos, respeitando-os e acariciando-os.

Cafeteria do palacio de Domabech

Cafeteria do palacio de Domabech

Vimos vário potes de plástico de água deixadas discretamente em locais  estratégicos  para os felinos.

Pamukkale

Pamukkale

O status especial dos gatos de rua em Istambul,  e em outras  cidades da  Turquia  refletem um país ligado à tradição no caminho para a modernidade.

DSC04956

Ephesus

Ephesus

Na Universidade do Bósforo de Istambul, são deixados os gatos indesejados e  lá eles são alimentados.

Os gatos passeam livremente nas salas de aula na escola.

Ephesus

Ephesus

Na cidade histórica de Ephesus, hoje em ruínas, os atuais moradores são gatos, de todos os tipos e os turistas adoram.

DSCN2616

“Devemos aprender a viver com esses animais”, dizem por lá. Por isso sempre andam com um pouco de ração para dar  quando os avistam.

Istambul

Istambul

A expansão urbana fez Istambul menos hospitaleira para os gatos de rua, mas a cidade manteve a tradição de cuidar de  deles, pois é  uma opção fácil para os turcos que não querem o incômodo de um animal de estimação em casa.

Istambul

Istambul

Os gatos se  beneficiam de sua associação com o Islã na Turquia, onde a população é de maioria muçulmana e  as leis e o sistema político são seculares.

ayasofyaGLİ-IST

Nukhet Barla

“A maioria desses gatos desenvolveram relações de amizade com as pessoas.

Eles têm personalidades e em muitos bairros, eles são quase parte da comunidade”,  escreveu Barlas.

Aarvtkoy-IST

Nukhet Barla

Nukhet Barlas fotografou gatos posando em frente as mesquitas, ruínas, cerâmica e ponto turísticos, são bem interessantes esta fotos.

O site é  https://picasaweb.google.com/nukcat/Istanbul2010CultureCATCapitalOfEurope2009.

angora

Foto Nukhet Barla

Da Turquia originaram-se duas raças de gatos: o Angorá, proveniente da cidade de Ankara(capital da Turquia)

vancat_1

e o de Van, que tem um olho de cada cor, do norte do país.

Istambul

Istambul

As brincadeiras deles alegram à todos.

Istambul

Istambul

Um albergue turístico em Istambul é chamado de Gato de Rua.

Foto: nukhet barlas

Foto: nukhet barlas

A amigável convivência.

DSCN2008

Se você, como eu, é viciada em gatos, vá para a Turquia.

Ah! Em Pamukkale  também vimos uma cachorra com uma linda ninhada, encantando os turistas.

DSC04603

DSC04561

DSC04602

Anúncios

Responses

  1. estou encantada

  2. Que bom que gostou! Eu também adoro gatos.

  3. Olá estive na Turquia no inicio deste mês e também fiquei encantada com os gatos…e adorei ver a explicação do seu site, também estava curiosa em saber o porque de tanto carinho com os bichinhos. Foi muito bom presenciar todo esse respeito com os animais.

    • Olá Lucyenne, obrigada pelo seu comentário.

  4. Interessante que em nenhum momento o autor do texto, muito bem informado, tocou no assunto óbvio: se há esse respeito corânico pelos “animais”, onde estão os cães????

    Fora da Europa asséptica do Norte, onde “cão de rua nasce morto”, os cães são onipresentes nas ruas europeias.

    Nesse país ‘espelho’ da Turquia que é a Grécia, os imensos cães de rua dominam a paisagem ateniense (aparecendo inclusive na mídia quando das manifestações gregas de anos atrás).

    Ocorre que o mesmo islamismo que mima as gatos despreza os cães, como impuros. Conviver com cães é considerado anti-islâmico.

    O início de uma moda de criar cães no Irã gerou reações virulentas de Ahmadinejad e dos aiatolás, que entendiam o hábito como uma ocidentalização nociva ao Islã.

    Bacana, não? Não.

    • Olá Arnaldo.
      Obrigada pela seu comentário.
      Realmente na Europa há muitos cães. A primeira vez que fui, estava em um restaurante em Nice e havia muitos cães com seus donos, todos muito bem comportados…fiquei com inveja, porque fiquei imaginando meu cachorro Setter naquela situação.
      Depois me habituei em ver como as cidades estão adaptadas para o convívio com os cães.
      Em Istambul a população de gatos, pelo que pude ver, é bem maior do que a de cães, mas em Pamukkale vi o mesmo respeito pelos cães.
      Irei postar uma foto que tiramos de uma cachorra de rua e sua ninhada em Pamukkale.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: