Publicado por: lobusdaestepe | outubro 10, 2019

Dirigindo na França

Este ano planejando a viagem de carro pelo interior da França, pesquisei um pouco das regras de transito e equipamentos necessários para poder dirigir sem maiores perrengues.

Imagem relacionada

Como pedir informações de direção na França

Tivemos que pedir informação milhões de vezes, de como abastecer, como tirar o ticket de estacionamento, etc.

O que percebemos é que os franceses são mais receptivos se você começar com a frase “Excuse moa, Je ne parle pas français” e só depois você tenta falar inglês.

Significa “ Me desculpe, eu não falo francês”. Se o sujeito souber falar inglês ele vai tentar te ajudar com mais boa vontade. Afinal, deve ser realmente horrível ser abordado por turistas perdidos pedindo informação em uma outra língua como se você fosse obrigado a saber.O que percebemos é que muita, mas muita gente na França não fala inglês, mas tem muita boa vontade em explicar em francês, o que no fim você acaba entendendo .

O que precisa para alugar carro e dirigir na França

  • Primeiramente precisa ter acima de 21 anos, e segundo possuir a carteira de motorista brasileira.
  • Será necessário um cartão de crédito com limite suficiente. Na hora de pegar o carro você vai precisar apresentar o mesmo cartão informado na reserva e precisa ter limite pois eles fazem um bloqueio de valores que serve como uma garantia.
  • Por último, a Permissão Internacional para dirigir na França. Não levei a minha, pois havia expirado e não foi pedida, nem na locadora, nem durante a viagem , mas lendo alguns comentários em grupos sociais parece que tivemos muita sorte!
  • O veículo precisa de alguns equipamentos .

Equipamentos

  • Triângulo de pré-sinalização obrigatório
  • Caixa de primeiros socorros recomendada
  • Extintor recomendado
  • Caixa de lâmpadas de substituição recomendada
  • Colete reflector obrigatório
  • A partir de 1 de março de 2013, todos os automobilistas devem levar um alcoômetro a bordo do seu veículo. O decreto continua a manter esta obrigatoriedade, mas suprime a sanção que se devia aplicar, a partir de 1 de março de 2013, no caso de não levar um alcoômetro a bordo.

Limites de velocidade (Veículos ligeiros) – km/h

  • Dentro das localidades: 50 ou 30
  • Em estradas: 80 em estradas de duplo sentido sem separador central, exceto estradas de quatro faixas; 90 para o resto das estradas
  • Em estradas com separador central: 110
  • Em auto-estradas: 130
  • Estes limites de velocidade reduzem-se em caso de chuva
  • Auto-estradas com pedágio- 110km sem pedágio – 100 km e outras estradas- 80 km
  • As auto-estradas são precedidas pela letra A e as outras pela letra D

Estradas secundárias – foto

Na loja de aluguel de veículos, além da documentação você recebe o bilhete do estacionamento já pago pela locadora, que é validado na máquina, e a informação do número do box em que o carro está. 

Não há funcionários por lá, então é preciso verificar se o carro tem amassados ou arranhões, a fim de se isentar de possíveis danos anteriormente causados ao veículo.

Por uma grande sorte do destino, o carro tinha GPS, o que foi FUNDAMENTAL para a realização desta viagem, pois o chip que compramos no aeroporto para o celular, não funcionou(até agora não descobrimos porque).

Quando for imprimir ou salvar as reservas dos hotéis, lembre-se de ver se tem as coordenadas, pois será extremamente util. É só digitar no GPS no próximo destino as coordenadas e você irá diretamente para a porta do seu hotel.

Resultado de imagem para france gazole

Abastecimento

Na França os sistemas de abastecimento dos postos de gasolina é self-service. Ou seja, você mesmo que abastece o seu carro.

Não é muito difícil entender como funciona o sistema de abastecimento.

Só precisa informar a quantidade de combustível na máquina e depois escolher a opção de pagamento. Caso não consiga se entender com a máquina anote o número da bomba e pague no caixa . Alguns postos  a gente abastece (tem luvas descartáveis disponíveis na bomba) e depois se dirige à loja de conveniência para pagar, ou para o caixa que fica na saída do posto, outros será necessário utilizar dinheiro em espécie ou cartão de crédito na bomba.

Nas bombas tem também uns símbolos se é diesel ou gasolina, que também vai ter na entrada de abastecimento do seu carro. Tem gasolina e diesel de diferentes qualidades e octanagens. Utilizamos sempre a mais barata e não tivemos nenhum problema.

Em alguns postos de combustível, o nome “gasoil” é usado no lugar de “diesel“. Porém, são a mesma coisa.

Resultado de imagem para france gazole

Estradas na França
Paris tem um anel circundando-a e vários acessos (portes) para entrar e sair da cidade. O trânsito é bastante intenso nesses trechos.

As estradas são muito boas e existem dois tipos: as que se iniciam com a letra A, que são autoestradas pedagiadas, e as D, que são estradas regionais, não pedagiadas, que no Vale do Loire, por exemplo, não passam de ruas, muitas vezes bem estreitas, e por isso mais lentas.

O limite de velocidade nas que se iniciam com A é 130 km/h, e as D é de 80 km/h ,mas poucos obedecem essa marca, pelo que vi.

Como somos estrangeiros, respeitamos todos os limites e os franceses foram extremamente cordiais, não nos ultrapassando onde não era permitido(embora seja a regra, aqui no Brasil não vemos isto)

Resultado de imagem para france gazole

Multas

Primeiro cuidado: respeite a velocidade indicada nas placas.

Como o limite de velocidade máxima é alto, o respeito da distância de segurança entre os carros é um item fundamental.

Segundo cuidado: respeite a distância de segurança entre os carros. Nas estradas, a distancia mínima fica indicada com desenhos no asfalto. O não respeito da distância de segurança gera uma multa de 135 euros.

Os excessos de velocidade e outras infrações de transito estão sujeitas a multas que devem ser pagas no lugar onde se cometeu a infração.

Os radares de velocidade são comuns . Quando multado, assegure-se de que o policial lhe dê o recibo do pagamento da multa.

O limite de alcool permitido é de de 0,25 mg/litro . Infelizmente tive que deixar de tomar aqueles vinhos espetaculares por ter que dirigir depois.

Fora isso, foi muito fácil dirigir pelo interior da França. Todos foram muito amáveis com os nossos erros, o que terão minha eterna gratidão.

Resultado de imagem para peage france

Pedágio
Quando você passa pela primeira praça de pedágio, retira da máquina um bilhete parecido com um ticket de estacionamento de shopping – e não paga nada nesse momento. Ele será utilizado ao deixar a estrada, quando então lhe será cobrado o pedágio de acordo com a quilometragem rodada, por isso, guarde-o! Por exemplo, de Blois a Paris, o pedágio é de 16 euros, para rodar 148 km na estrada pedagiada.

Atenção na hora de escolher a cabine de pedágio, pois algumas possuem propósitos específicos, como os passes especiais, que geralmente não costuma ser o caso de nós turistas. Outras aceitam somente pagamento no cartão ou em espécie.

Resultado de imagem para peage france

Na Normandia vimos uma cabine com uma cestinha, onde se deve jogar o valor exato do pedágio em moedas. Neste tipo de cabine não há atendentes. Existem entradas específicas para cédulas e moedas. À medida que coloca o dinheiro na máquina, no visor fica aparecendo o valor que falta.

Ao final, a máquina retorna o ticket validado e a cancela abre para que possa passar. Por isso, atenção no momento de escolher a cabine de pedágio!

No site da Via Michelin é possível calcular os custos aproximados dos pedágios e da gasolina da rota programada.

site autoroutes.fr possui informações importantes sobre as rodovias da França, com opção de preencher a origem e o destino e o resultado é o itinerário com informações sobre distância, tempo, custo do pedágio e de combustível. Tanto no site ViaMichelin quanto no Autoroutes.fr , o detalhamento do itinerário vem o trajeto completo com o nome das vias e os locais exatos das cabines de pedágio. Salve o itinerário dos principais trajetos que iremos percorrer durante nossa visita ao interior da França.

Dica: Uma ferramenta muito útil para mim é o Dropbox, uma pasta virtual onde jogo todos os arquivos referentes ao planejamento da viagem e consigo acessá-los de qualquer lugar. No smartphone, é possível acessar os arquivos até sem internet disponível, contanto que estes tenham sido marcados como “disponível offline”.

Fique atento as entradas dos pedágios e preste bastante atenção nos símbolos que aparecem piscando nos painéis.  Em alguns guichês só aceitam cartão de crédito, outros só dinheiro.

Informação Importante: Sempre guardar o ticket do pedágio na entrada de uma rodovia pedagiada, pois o mesmo será solicitado no momento da saída da rodovia para calcular o valor do pedágio, conforme a distância percorrida.

Utilizamos durante esta viagem, a maioria, de estrada sem pedágio(é só simular no GPS a rota com pedágio e sem pedágio e ver qual compensa mais).

As estradas menores, tem fluxo mais lento, o que dá para desfrutar as paisagens, sempre passando por pequenas cidades medievais. Visual diferente e com certeza mais charmoso! A experiência foi incrível. É realmente uma delícia ver os campos, as cidadezinhas de beira de estrada, os cataventos e os jardins tão bem cuidados. E não tem caminhões!!!

Imagem relacionada

Estacionamento:  As leis de estacionamento devem ser estritamente obedecidas, principalemnte nas grandes cidades. Em Paris pode ser multado e ter seu veiculo rebocado se desrespeitar estas leis.

Quando estacionar, preste atenção se estiver escrito “stationnement alterné semi-mensal”: significa que está permitido estacionar de um lado da rua durante a primeira metade do mes e do outro lado na segunda quinzena. Cartazes na rua indicando “1-15” o “16-31” significam que não está permitido estacionar nestes dias do mes do lado de rua onde se mostra este sinal. Estacionar do lado esquerdo está permitido somente nas ruas de uma só direção.

O estacionamento é gratuito nos dias uteis entre as 7 PM e as 9 AM,(19 horas as 9 hs da manhã) fim de semana e feriados todo o dia e durante todo o mes de Agosto, a menos que se indique o contrario.


Em várias cidades medievais, há estacionamentos pagos próximo ao centro histórico, porém os mesmos ficam no subsolo. Alguns populares são o Parking Indigo e o La Pucelle.











Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: